Gestão de pessoas: como controlar os desafios organizacionais na crise
22012
post-template-default,single,single-post,postid-22012,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-5.7,vc_responsive
 
Blog

É possível controlar os desafios organizacionais na gestão de pessoas em tempos difíceis?

Como a gestão de pessoas deve controlar desafios organizacionais na crise

Sabe aquela gestão de pessoas que sempre acaba postergando suas mudanças para um ambiente empresarial mais eficiente e focado em resultados? Então, são essas que mais poderão ter dificuldades em assimilar as dificuldades impostas pela crise.

Uma pergunta que temos ouvido com frequência, principalmente entre nossos clientes é: será que é possível administrar com eficiência os desafios organizacionais no RH, visto que as adversidades se alteram a cada dia, exigindo ainda mais agilidade e ações imediatas?

Podemos responder com autoridade, sim é completamente possível. Porém, é um cenário que certamente imporá uma tomada de decisão milimétrica pela sua empresa. Te convidamos a compreender tudo sobre esse tema, indispensável para quem busca sobreviver a tempos difíceis. Boa leitura!

Como a gestão de pessoas deve se posicionar diante à crise

Não pense que você é o único que tem tido dificuldades em se acomodar diante o cenário adverso que nos assola. Dizemos isso, pois, mesmo as grandes organizações, que contam com uma gestão de crises já atuante e ações parametrizadas, têm tido dificuldades para absorver o impacto.

No entanto, se existe um setor que tem que se antecipar aos acontecimentos, esse departamento é o RH. Isso porque já há alguns anos a gestão de pessoas se tornou um dos grandes eixos responsáveis pela estruturação ideal de uma empresa.

Portanto, a maior adaptação deverá se dar – ou já está acontecendo em boa parte das organizações – no departamento de Recursos Humanos. E se isso não está acontecendo em seu negócio, sentimos em dizer que você pode estar deixando de aproveitar um tempo precioso de reação.

Infelizmente, muito da realidade que todos nós vivemos, não é passível de mudanças. Em outras palavras, todos estão atados, apenas no aguardo de uma brecha para se desprender desse caos, visto que a pandemia é algo fora do raio de mudança de qualquer um. Nesse sentido, o melhor que um RH pode implementar em seu dia a dia é:

1.     Buscar maior controle das ações cotidianas, amenizando com decisões bem planejadas;

2.     Trabalhar na tomada de ações que tragam organização e comunicação transparente entre os envolvidos na cultura organizacional;

3.     Influenciar na aquiescência entre os profissionais, uma vez que devemos aceitar profundamente o que está acontecendo e termos conosco que, não há nada a ser feito para adiantar essa realidade.

Nem sempre é necessário tomar ações mirabolantes

Muitos acreditam que apenas ações fantásticas em todos os seus aspectos é que salvarão uma empresa.

Todavia, a base da sobrevivência empresarial está, ainda, pautada nas decisões bem planejadas e, por vezes, simples, algo direto e rotineiro. Afinal, o mais importante é cautela e calma para solucionar os problemas, não é mesmo?

Especialistas costumam assumir que, grande parte do sucesso no enfrentamento dos obstáculos, está no aspecto psicológico da situação.

E como estamos cansados de saber, a gestão de pessoas é quem tem o papel de gerenciar esse elemento, a fim de ampliar a “normalidade” entre os colaboradores.

Veja como o RH deve focar na cultura organizacional

É fundamental associar também a presença de ações que fortaleçam a gestão de crises. É através da combinação dessa gestão temporária com a coordenação de uma gestão de pessoas, que os resultados começam a surtir efeito.

Podemos de imediato apontar a urgência em reduzir a generalização do sentimento de incerteza entre os colaboradores e, sobretudo, líderes. Deve haver, mais do que nunca, diálogos francos e com total coerência no planejamento definido, no sentido, de apontar qual o melhor caminho a ser seguido.

Somado a isso, é imprescindível a presença de uma gestão de RH mais humanizada, mais solidária. Essa postura será essencial caso haja a necessidade de cortes no quadro de funcionários, pois a economia deverá ser abaulada de maneira ainda desconhecida.

Então, a cultura organizacional deve estar devidamente alinhada, para que nenhum cenário deixe de ser considerado.

Outro fato crucial, é quanto à inovação nos processos atuais, ainda mais com a necessidade de quarentena, exigindo que as empresas continuem trabalhando, mas à distância e sem perder em qualidade ou foco, ou seja, um grande desafio.

E novamente voltamos olhares à tecnologia que, se faz mais importante do que nunca, seja para dar andamento no modelo Home Office de atuação ou na mobilidade requerida para que o fluxo de trabalho não seja prejudicado.

E a SISPRO? Pode ajudar minha empresa? Sem dúvidas!

Uma coisa é certa, a SISPRO está sempre considerando as dificuldades de seus clientes, com o intuito de oferecer sempre a melhor solução, sempre o caminho mais eficiente, e dessa vez não poderia ser diferente.

Pensando no procedimento trabalhoso que envolve o departamento financeiro e RH, principalmente quando falamos em jornadas de trabalho bagunçadas, troca de turno e todo tipo de reajuste para dar continuidade ao trabalho das empresas, é que oferecemos um excelente recurso para te ajudar nesse momento.

O Serviço Folha de Pagamento SISPRO, faz parte do maciço conjunto de ferramentas que você encontra na Solução Gestão de Pessoas SISPRO. Portanto, agora você consegue  implementar esse serviço diretamente em sua empresa, para facilitar a atuação dos profissionais e conseguir manter os resultados.

Dessa forma, tudo pode ser resolvido de forma simples e, o que antes representava dor de cabeça, passará a se tornar um diferencial para sobrepor as dificuldades dos últimos meses.

Quer entender como esse recurso funciona na prática? Basta entrar em contato com profissionais que podem ser de grande valia para a manutenção da saúde da sua gestão de pessoas e, acima de tudo, da sua empresa!