SPED e ERP: qual a relação entre esses importantes termos?
20678
post-template-default,single,single-post,postid-20678,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-5.7,vc_responsive
 
Blog

Qual a relação entre SPED e ERP

Como o ERP se relaciona com o SPED

Não há como não conceber os benefícios tecnológicos às necessidades do empreendedor, principalmente às fiscais, como o SPED. Embora o governo busca amenizar a carga tributária, também é dever do empresário brasileiro adquirir novos conhecimentos, por exemplo, como o ERP se relaciona com o  SPED.

Portanto, nesse contexto podemos determinar com clareza o que a tecnologia é capaz de proporcionar em termos de facilidade e eficiência no cumprimento das obrigações.

Então, se você ficou confuso, não tem problema, pois vamos explicar minuciosamente como o ERP está intimamente ligado ao SPED. Além do mais, veja 3 vantagens que um sistema de gestão proporciona para a adequação do seu negócio, então, é só acompanhar!

O que caracteriza o universo do SPED

Até algum tempo existiam dezenas de formulários para cada obrigação acessória que existia. Por conseguinte, se houvesse 25 obrigações distintas, existiriam 25 documentos que deveriam ser preenchidos para o envio ao Fisco.

Porém, uma das maiores iniciativas do Governo na busca por reduzir a complexidade burocrática das empresas é o SPED.

Por sua vez, o Sistema Público de Escrituração Digital (SPED), foi criado com a intenção de estimular maior padronização, ao passo em que a agilidade se torna um diferencial na prestação de contas à RF (Receita Federal).

Esse sistema possui algumas parametrizações bem específicas, ou seja, ele foi desenvolvido para facilitar o envio das informações referentes aos Livros que compõem à Escrituração Fiscal e Contábil. Assim sendo, suas maiores qualidades são;

  • Unificação das informações;
  • Validação assertiva;
  • Armazenamento otimizado;
  • Autenticação definitiva.

O processo de escrituração baseado na informatização garante maior agilidade, flexibilidade, segurança e economia às empresas. “Tudo bem, mas em que momento o ERP se faz necessário nesse cenário?” Veja logo abaixo!

SPED e ERP: 3 benefícios desse fundamental relacionamento

Antes de mais nada, se o objetivo principal do SPED é facilitar a inserção e envio das obrigações, como uma empresa pode criar uma infraestrutura sólida de dados, sem a tecnologia? Pois é isso que o ERP oferece, uma vez que integra completamente os setores e processos do negócio.

Portanto, é crucial compreender que sem um ERP, a empresa pode nunca aproveitar os benefícios e facilidades do SPED. Desse modo, selecionamos 3 benefícios que a parceria entre Tecnologias pode oferecer ao empreendimento moderno!

1 – Integração total dos processos e demandas

Qualquer informação errada ou minimamente irregular não é aceita no envio das obrigações. Então, como processos manuais podem ser capazes de suprir tamanha obrigatoriedade?

O ERP é um software focado na integração empresarial e, portanto, integra e gerencia praticamente todos os processos da empresa. Isso permite que a gestão tenha maior controle sobre o fluxo de informações.

Considerando que o SPED é composto por dezenas de obrigações acessórias, aspectos fiscais e inúmeros tributos, nada melhor do que a certeza de que os dados estejam atualizados e corretos, não é mesmo?

Dessa forma, o fator centralização viabilizado pelo ERP garante o elemento-chave para o sucesso da entrega das exigências do SPED.

2 – Otimização e atualização constante dos dados

A otimização e atualização ininterrupta dos dados é talvez o maior benefício da relação entre SPED e ERP. Isso porque, um dos gargalos recorrentes que acomete os empreendimentos é a desatualização das informações.

Atuando em tempo real, o ERP assegura o gerenciamento de toda a estrutura dos processos. Isto é, monitorar entradas e saídas, bem como os lançamentos de estoque passam a ser uma constante que faz toda a diferença na validação e certificação pelos órgãos responsáveis.

Além de transparecer maior eficiência à gestão, o ERP torna viável acertar nos cálculos reais, além de fomentar a administração estratégica, dois elementos imprescindíveis para atender às obrigações e tributos requeridos.

3 – Análise aprofundada do cenário empresarial

O Sistema Público de Escrituração Digital envolve uma movimentação massiva de informações. E um dos benefícios que o ERP proporciona à gestão do SPED é, precisamente, a análise e avaliação profunda das informações, sejam elas fiscais ou contábeis.

Por meio de uma verificação constante e baseada em diferentes níveis e aspectos dos dados, os processos se tornam otimizados. E conforme as rotinas são acompanhadas de perto por um sistema eficiente, as obrigações decrescem em falhas e imprecisão na transmissão ao Fisco.

Simplifique com a nossa Solução ERP

O ERP SISPRO, além de completo, possui um enfoque muito grande nas demandas fiscais e contábeis das empresas. Afinal, entendemos que essa complexidade é passível de se tornar simplificada e atenuada aos empreendedores.

Assim, além de estimular a integração fundamental para alinhar os objetivos e processos da empresa, asseguramos maior tomada de decisão e adequação às obrigatoriedades, bem como o atendimento dos distintos tributos.

Como? Basta acessar nosso site e entrar em contato com um de nossos profissionais consultores.