Planejamento tributário da empresa: entenda como deve ser feito
21234
post-template-default,single,single-post,postid-21234,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-5.7,vc_responsive
 
Blog

Como fazer o planejamento tributário da empresa? Entenda

como fazer um planejamento tributário na empresa

Todos sabemos que a carga tributária brasileira é grande, principalmente para as empresas de médio e grande porte. E se fosse possível reduzir o pagamento desses impostos? Parece o sonho de todo empresário, mas é algo real e possível, principalmente se você investir em planejamento tributário. 

Planejamento tributário é um dos processos mais importantes, e completamente estratégico, dentro de uma empresa hoje. Os resultados de um bom planejamento podem gerar uma economia imensa para a empresa, e tudo isso de forma legal. 

Quer entender como fazer o planejamento tributário de uma empresa? Continue lendo esse artigo e confira as dicas mais importantes para começar a aplicar essa estratégia em sua empresa. 

O que é um planejamento tributário? 

Primeiro, é importante entender o que é o planejamento tributário e como ele funciona na prática. Falando de uma forma simples, esse planejamento é uma maneira de traçar estratégias para reduzir o valor pago em impostos por uma empresa. 

No entanto, vale ressaltar que isso em nada tem a ver com a evasão fiscal, também conhecida como sonegação de impostos e outras práticas ilegais. O planejamento tributário em si usa de uma boa gestão fiscal para encontrar pontos e fatores que podem influenciar na redução de impostos para a empresa. 

Para isso, é necessário um profundo conhecimento sobre o mercado em que a empresa atua e sobre os tipos de impostos cobrados pelo governo. Existem diversas modalidades de tributos, desde os municipais, estaduais e federais, até aqueles que são relacionados ao porte da empresa, e a gestão usa essas informações para escolher o melhor caminho tributário para o negócio. 

As vantagens disso podem ir além de reduzir o valor dos impostos pagos. É possível, por exemplo, escolher melhores prazos de pagamento, e adiar um pouco a incidência dos impostos mais caros. 

Mas, afinal, como fazer todo esse planejamento tributário da empresa de forma eficiente? Nos acompanhe mais um pouco e confira no próximo tópico!

Como fazer o planejamento tributário da empresa? 

Fazer o planejamento tributário da empresa não é uma tarefa simples e exige passos criteriosos. Porém, existem alguns passos que são a base de toda gestão fiscal, e pode ajudar sua empresa a começar a seguir o caminho do planejamento tributário. Confira abaixo! 

Analise os tributos pagos atualmente 

Tudo começa com uma análise criteriosa do contexto atual da empresa. Afinal, só é possível dar os primeiros passos de qualquer planejamento, sabendo a situação do negócio hoje. E, nesse caso, tudo deve ser levado em consideração: onde está os fornecedores da empresa? Onde a empresa atua hoje? Ela possui sede em mais de um estado? 

Acredite, informações como essa são cruciais, e podem indicar um caminho para a redução de impostos. Por exemplo, pode ser que os impostos incidentes em um determinado estado seja maior do que em outro, e por isso valha a pena trocar o fornecedor atual da empresa. 

O papel do planejamento é colocar todos esses detalhes na ponta do lápis e verificar o que vale mais a pena.

Encontre incentivos fiscais

Não há nada mais importante na gestão fiscal de uma empresa do que se manter atualizado quanto aos tributos. Eles mudam quase o tempo inteiro, e fazer um cálculo levando em consideração dados desatualizados pode gerar um prejuízo grande para a empresa. 

Por isso, durante o planejamento tributário, busque fontes confiáveis de informação ou invista em outras estratégias que garantem que você estará usando dados atuais, como o uso de sistemas próprios para a gestão fiscal.

Verifique se as informações e valores estão atualizados 

Não há nada mais importante na gestão fiscal de uma empresa do que se manter atualizado quanto aos tributos. Eles mudam quase o tempo inteiro, e fazer um cálculo levando em consideração dados desatualizados pode gerar um prejuízo grande para a empresa. 

Por isso, durante o planejamento tributário, busque fontes confiáveis de informação ou invista em outras estratégias que garantem que você estará usando dados atuais, como o uso de sistemas próprios para a gestão fiscal.

Aposte em tecnologia

Já falamos um pouco sobre como é possível usar a tecnologia, como sistemas de gestão fiscal, para garantir que você está usando os dados certos na hora de fazer o planejamento tributário. 

Mas a tecnologia também pode ter um papel crucial em outras etapas do planejamento, evitando erros (sobretudo, erros humanos) e tornando todo o processo mais prático para o setor de contabilidade da sua empresa. 

Um sistema como o SISPROTAX permite que você gere relatórios exatos com comparativos de tributos de períodos anteriores. Além disso, o sistema faz todo o cálculo tributário, utilizando dados atualizados e integrando as informações fiscais da empresa em um único ambiente.

Está pronto para aumentar a lucratividade da sua empresa através do planejamento tributário? Aproveite e fale agora com um de nossos especialistas para descobrir como o sistema de gestão de tributos pode ajudar a sua empresa a gerar mais resultado gastando menos.