Inovação empresarial: 3 passos para promover na sua empresa
21061
post-template-default,single,single-post,postid-21061,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-5.7,vc_responsive
 
Blog

Inovação empresarial: 3 passos para promover na sua empresa

como desenvolver a inovação empresarial

A inovação empresarial hoje, reforça um velho jargão conhecido pelos gestores: se uma empresa não inova, certamente estratégica não é. E como sabemos, uma boa estratégia aumenta a longevidade empresarial.

Nesse sentido, inovar já não é mais opção e sim uma demanda urgente. Entretanto, se você ainda acredita que buscar a inovação para a sua empresa se associa apenas com o adjunto tecnológico, saiba que esse conceito, além de pouco apurado, é ultrapassado.

Então, se você acha que essa ação é demasiada árdua e que apenas iria agregar ainda mais gargalos, veja como é possível promover a inovação empresarial do seu negócio em apenas 3 passos!

Como uma empresa se caracteriza na inovação empresarial

Vamos partir da desmistificação de que inovação empresarial só é possível a partir da tecnologia. Portanto, mesmo que em diferentes cenários a inovação seja fruto da solução tecnológica, digamos como um ERP moderno, é fundamental compreender que o resultado de um independe da eficiência do outro.

Em outras palavras, estimular um contexto de inovação empresarial é passível de ser concretizado sem a intervenção da tecnologia. Desse modo, temos bons exemplos durante a história da revolução industrial que comprovam isso.

Henry Ford é um exemplo, pois, apesar do seu diferencial competitivo, afinal, revolucionou os processos industriais, ele enxergou um potencial posicionamento estratégico que mudou para sempre o conceito de inovação.

Ao invés de asfixiar o ambiente industrial apenas com ferramentas, ele focou no seu bem mais precioso, os colaboradores. E ao dobrar sua remuneração mensal, maximizou a eficiência e dedicação o que gerou resultados surpreendentes para a época.

Afinal, ele deu aos colaboradores a condição ideal para adquirirem, além de uma vida melhor, o produto ao qual tanto se empenharam.

Então, o que podemos tirar desse exemplo é: o conceito de inovação, sobretudo, empresarial, reside na criação do novo, seja em uma ideia ou produto que renove o mercado, bem como a empresa, ao oferecer um novo direcionamento e tomada de decisão que agregue ainda mais.

Inovar é elaborar soluções diferenciadas, isto é, soluções inovadoras que abarcam as necessidades de problemas já conhecidos. Em suma, é enxergar velhos gargalos através de uma nova perspectiva.

3 passos para promover a inovação empresarial

Embora muitos acreditam que inovar se trata apenas de encontrar a peça exclusiva que faltava para o quebra-cabeças da empresa, grandes empresas referências em inovação empresarial possuem traços similares na execução dos processos.

Por sua vez, os gestores são acondicionados a assumirem um posicionamento repetitivo, no qual os processos e a maneira como são desempenhados, são evidenciados, resultando na importância desses 3 passos que você encontra logo a seguir!

1 – Evidencia a eficiência acima de tudo

Todos sabemos que a eficiência é resultado de processos limpos, engajados e bem desenvolvidos.

Existem certos mecanismos que podem ser aplicados, a fim de evidenciar o limiar do erro e promover o aprendizado, que é justamente a base da inovação empresarial.

Nesse sentido, podemos mencionar uma metodologia que se mostra imprescindível aos que buscam a inovação, a Seis Sigma (Six Sigma).

A Six Sigma, desenvolvida pela Motorola, consiste na aplicação de um conjunto de práticas que busca a otimização sistemática dos processos, ao passo em que elimina erros e defeitos, tanto de produtos quanto de serviços.

Apesar de antigo, esse conceito ainda é válido para nos mostrar como a inovação empresarial pode ser alcançada, pois torna a eficiência um diferencial competitivo. E por meio da implementação de técnicas estatísticas é possível antecipar a otimização dos processos, o que beneficia diretamente os clientes.  

2 – Amplie a produtividade

Indiferente ao nível de automatização dos processos, sua empresa certamente ainda conta com colaboradores que fazem a junção das rotinas e tarefas, não é mesmo?

Seguindo esse pensamento é crucial apontar que toda empresa inovadora se baseia na ampliação da produtividade e redução do tempo gasto no processo, mas como fazer isso? Simples, direcione o foco estratégico aos recursos humanos à disposição.

Dessa forma, o colaborador é o elo mais importante para alavancar a escalabilidade dos processos, bem como sua produtividade. Afinal de contas, assim foi como Ford alcançou uma proeza lembrada até hoje, ao incluir em seu planejamento, formas de promover o interesse dos colaboradores pela melhoria dos processos.

3 – O cliente deve ser o foco da estratégia principal

Qual o maior foco de uma empresa se não seus clientes? Todo empreendedor tem como objetivo intrínseco, levar à sua audiência um produto ou serviço que agrega mais a sua vida.

Contudo, essa é uma das maiores deficiências das empresas, pois a competitividade nos leva diretamente à inovação empresarial. Por conseguinte, o empreendedor deve sempre ter seu cliente no foco da estratégia.

Muitos benefícios advêm desse posicionamento, mas existe um diferencial em tudo isso, que é a compreensão certeira do que o consumidor procura e da forma como o faz. Logo, o empreendedor se habilita a adequar e reorganizar seus objetivos e metas de acordo com as necessidades do seu público.

Nessa perspectiva, como você acha que as empresas de fast food conseguiram manter seu sucesso até hoje? É justamente por ainda entregarem o que o seu ICP (Perfil Ideal de Cliente) demanda, no caso, agilidade na entrega do produto.

A inovação empresarial é palpável a todos?

A título de conclusão, podemos ter 2 pontos bem definidos. Antes de mais nada, a inovação empresarial depende única e exclusivamente do posicionamento assertivo e diferenciado, tanto do empreendedor quanto do gestor.

Por fim, os processos responsáveis por entregar à solução ao cliente devem ser repensados e, sobretudo, remodelados.

A tecnologia é vital nesse contexto? Sem sombra de dúvidas, a tecnologia é capaz de promover processos otimizados, mas é a tomada de decisão e o planejamento que fazem toda a diferença, afinal, tecnologia sem direcionamento se torna obsoleta em pouco tempo!