Blog

Qual o efeito da computação na nuvem para as indústrias

computacao-na-nuvem

Só é possível à uma empresa compreender a imprescindibilidade da computação na nuvem, uma vez que provou de suas ferramentas e absorveu seus benefícios. Já no cenário industrial, a transformação digital traz a promessa de maior facilidade, mais produtividade e eficiência.

Apenas uma fração do setor industrial já se aventura nos moldes da indústria 4.0. Isso se traduz em atividades automatizadas, rotinas de tarefas inteligentes e uma conexão entre as estratégias e máquinas nunca vista antes em um processo produtivo.

 Então, para apresentar os reais efeitos da computação em nuvem nas indústrias montamos este conteúdo. Compreenda a relação da cloud computing com a evolução da indústria 4.0 e descubra os principais benefícios!

Entenda o contexto da computação na nuvem no modelo industrial 4.0

Na prática, existem 3 pilares essenciais para o sucesso da indústria 4.0 e que sem eles qualquer estratégia enfraquece. Portanto, podemos defini-los da seguinte maneira:

  • Planejamento das melhores táticas de preservação dos processos;
  • Ganho e permanência do fator qualidade dos processos;
  • Alavancagem dos níveis produtivos.

Entretanto, promover tais pilares só é viável por meio da integração dos dados e informações alcançados na própria produção. Então, você consegue imaginar o tamanho do fluxo de informações das empresas atuais? Pode apostar, é massivo e complexo.

Dessa forma, de que outra maneira as indústrias conseguem armazenar e gerir toda essa carga de dados? É justamente nessa etapa em que a transformação digital proporciona a computação em nuvem para fazer a diferença.

Através do armazenamento em nuvem as empresas gerenciam questões como: métricas relacionadas ao tempo de produção; níveis de performance; potenciais reparos e, sobretudo, manutenção às máquinas ao longo da cadeia produtiva.

Em suma, a computação em nuvem não só beneficiou a integração à robótica, Internet of Things (IoT) e automatização dos processos, como também forneceu maior campo de atuação na análise aprofundada dos dados e sua disponibilidade.

Como as indústrias absorvem os efeitos da computação na nuvem

Se colocássemos no papel qual é o modelo esperado de indústria para os anos vindouros, teríamos um contexto de total autonomia da robótica, no qual o ser humano teria pouco ou zero contato ao longo da produção.

Todavia, esse cenário será otimizado pela cloud computing, uma vez que ela proporciona flexibilidade, velocidade, conexão facilitada e mobilidade inovadora. Além disso, há outro fator que aponta o seu impacto, é a facilidade com que ela é implementada.

Sua fácil escalabilidade transmite aos processos industriais tudo o que eles necessitam para se tornarem dignos da indústria 4.0. Afinal, todo e qualquer artifício da tecnologia da informação será armazenado, disponibilizado e gerido pela cloud computing.

Em consequência de suas funcionalidades e capacidade de auxiliar na revolução que irá se concretizar, podemos definir a computação em nuvem como um recurso indispensável para qualquer empresa e, sobretudo, indústria que busca o seu lugar no futuro mercado.

Principais vantagens da Cloud Computing para a revolução industrial

Se a tomada de decisão será baseada na análise de todos os dados do processo, o recurso da nuvem tem o seu lugar garantido. Conforme sua implementação e escalabilidade são praticadas na indústria, diferentes vantagens são alcançadas, veja algumas delas!

Automatização constante e evolutiva dos processos

Assumindo o conceito intrínseco à indústria 4.0 de que sua base está concretada na automação de processos, este mesmo recurso é um dos grandes motores que traciona os parâmetros do novo modelo de produção.

Sendo assim, a cloud computing viabiliza maior taxa de acerto na execução das tarefas. Por conseguinte, a gestão responsável por gerir a cadeia produtiva observa maior estabilidade, conforme a automação se torna constante e crescente.

Acompanhamento simultâneo dos processos

Antigamente as indústrias não conseguiam monitorar a qualidade de suas peças e produtos e definir um padrão qualitativo, só era possível depois de encerrada a sua produção.

Contudo, diferentes aplicações baseadas na computação na nuvem permitem que a gestão tenha um acompanhamento em tempo real. Isso garante que a qualidade do que está sendo produzido seja detectada ainda em sua produção.

Tudo realizado de forma centralizada, a fim de viabilizar maior controle à tomada de decisão.

Diminuição considerável das despesas com recursos tecnológicos

Se antes era necessário contar com diferentes equipamentos e recursos tecnológicos, hoje não é mais. Isso porque, outra vantagem da cloud computing é precisamente, a redução dos custos da indústria.

Vale ressaltar que, indiferente ao porte da empresa é possível investir na nuvem, sem deixar a qualidade de lado. Afinal, o tipo de serviço em nuvem não exige a aquisição de servidores, computadores específicos ou ferramentas extras.

O recurso atua também como uma estratégia preventiva, pois integra outras tecnologias da transformação digital como: Big Data; IoT. Ambas capazes de antever problemas técnicos e de produção.

É fundamental entender que a computação em nuvem não se prende especificamente às indústrias. Em outras palavras, empresas de todo nicho podem se beneficiar, uma vez que a tecnologia se molda às necessidades específicas do negócio.

O que está esperando para entrar de vez na era tecnológica? Apesar de ser um único recurso, a cloud computing tem o potencial de transformar por completo os processos, além de fomentar melhores práticas!

Tags: