Nota Fiscal Paulista terá mudança em 2011 - SISPRO
5125
post-template-default,single,single-post,postid-5125,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-6.9.0,vc_responsive,elementor-default,elementor-kit-23911
 
Blog

Nota Fiscal Paulista terá mudança em 2011

A Secretaria de Fazenda do governo do Estado de São Paulo (Sefaz-SP) planeja adotar um novo sistema para envio eletrônico dos dados do cupom fiscal emitido pelos estabelecimentos cadastrados na Nota Fiscal Paulista. O objetivo é automatizar o processo de envio das informações pelos estabelecimentos comerciais.

O novo Sistema Autenticador e Transmissor de Cupons Fiscais Eletrônicos (SAT-CF-e) está previsto para entrar em operação no segundo semestre do ano que vem. Antes desta data, a adesão poderá ser voluntária. 

Atualmente, a consolidação dos dados acontece de forma manual e as empresas têm um prazo para enviá-las pela Internet até o dia 19 do mês seguinte subsequente à venda realizada. Pelo novo sistema, quando o cupom for emitido, as informações serão automaticamente armazenadas em um dispositivo e transferidas para os servidores da Secretaria. O dispositivo está em fase de homologação pelo Fisco paulista para fabricação pelas indústrias.

A simplificação do processo de transmissão dos dados pelos estabelecimentos comerciais deverá eliminar a necessidade de recuperar informações manuais para serem encaminhadas à Sefaz-SP.

O programa da Nota Fiscal Paulista se diferencia da Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) nacional porque oferece alguns incentivos aos consumidores para exigirem o cupom fiscal no momento da compra. Com isso, parte do valor do ICMS recolhido é transformado em créditos para os consumidores que informam o número do CPF e o cadastrado tem a possibilidade de transferir o dinheiro para a conta corrente, conta poupança, cartão de crédito, doação para instituições, transferir para outro CPF cadastrado ou utilizar os créditos para abater do IPVA.