Desoneração da folha de pagamento - SISPRO
4491
post-template-default,single,single-post,postid-4491,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-6.9.0,vc_responsive,elementor-default,elementor-kit-23911
 
Blog

Desoneração da folha de pagamento

Projeto de Lei visa preservar a Previdência Social, aumentar a competitividade e incentivar a formalização

O Governo Federal pretende, ainda nesse semestre, enviar ao Congresso Nacional um projeto de desoneração da folha de pagamento. A previsão era de que o projeto fosse enviado para votação neste mês de maio, mas agora ficou para junho. O objetivo é preservar a Previdência Social, aumentar a competitividade e incentivar a formalização.

A expectativa é que a proposta seja votada ainda esse ano, e que possa entrar em vigor em 2012. Atualmente, a tributação sobre a folha de pagamentos no Brasil é de 28%. Dessa fatia, 20 pontos percentuais são pagos pelas empresas e oito pontos percentuais são assumidos pelos empregados.

O governo espera também que o projeto de redução da alíquota do ICMS seja aprovado pelo Congresso com urgência. É para ser aprovada também este ano e entrar em vigor em 2012. O projeto que está sendo elaborado pelo governo tem como objetivo equilibrar a alíquota cobrada por Estados e, assim, evitar a chamada “guerra fiscal” entre as unidades da federação. A alíquota geral hoje é de 12%, mas alguns Estados concedem incentivos fiscais, como crédito presumido ou pagamento parcelado do imposto. A idéia é reduzir o imposto de forma gradual até chegar a 2% em 2014.

Por Ivan Valença

Fonte: INFONET – 26/05/2011