Gestão tributária: quais os maiores riscos e como evitar cada um
21542
post-template-default,single,single-post,postid-21542,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-5.7,vc_responsive
 
Blog

Gestão fiscal e tributária: conheça os maiores riscos e como evitá-los

quais os maiores riscos na gestão tributária

Os erros na gestão tributária tiram o sono de muito empreendedor, e existem bons motivos para isso. Pequenos deslizes, seja no cálculo ou no pagamento dos impostos devidos, podem provocar uma grande dor de cabeça a longo prazo, gerando dívidas preocupantes.

E esse problema se torna ainda maior quando imaginamos que a empresa pode ser punida pela Receita Federal em um prazo de até 5 anos após o erro cometido. Ou seja, se você não sofreu com multas do Fisco até agora, não significa que não sofrerá com ele nos próximos anos por causa de deslizes passados.

A chave para lidar com esses desafios ainda é investindo em uma gestão tributária eficiente. Porém, existem também maneiras de evitar erros tributários e aumentar a eficácia da gestão do seu negócio. Quer descobrir como? Confira nos próximos tópicos!

Quais os maiores erros na gestão fiscal e tributária? 

Mesmo pequenos erros de cálculo já podem gerar multas onerosas para a empresa, e isso é preocupante. No entanto, mais do que isso, existem muitos outros erros simples que podem ser evitados pela empresa caso ela dedique mais atenção à essas questões, como você verá logo abaixo. 

Errar na classificação fiscal 

É possível que a sua empresa esteja pagando mais impostos do que deveria, simplesmente porque errou na hora de fazer a classificação fiscal dos produtos. Da mesma forma, é possível que esteja pagando muito menos e esteja devendo ao Fisco, o que é tão preocupante quanto, já que as multas sob esse erro podem custar bem caro para o orçamento da empresa.

A única maneira de garantir que a sua empresa está pagando o valor correto de impostos, é fazendo uma classificação fiscal correta de cada produto comercializado.

Irregularidades no pagamento de impostos 

Deixar de pagar os impostos no prazo certo é um perigo maior do que se imagina, e pode deixar a empresa com pendências na Receita Federal. O risco disso é que, além das multas e juros que incidem no valor do imposto não pago, é possível que a empresa sofra sanções ou desvantagens na hora de tentar empréstimos ou investimentos. 

Usar normas tributárias desatualizadas 

Um erro que parece simples, mas que pode afetar a empresa, é o uso de normas tributárias desatualizadas para fazer o cálculo de impostos. Essa prática é mais comum do que parece e tem um grande risco, já que a empresa estará pagando mais ou até menos do que deveria.

As normas e regras tributárias mudam o tempo todo, e isso influencia diretamente no valor dos impostos. É crucial que a empresa conte com uma ferramenta que garanta que ele está fazendo o cálculo dos impostos usando dados tributários atualizados. 

Como evitar erros e aumentar a eficiência da gestão tributária da empresa? 

Se você quer evitar esse e outros erros graves na gestão tributária da empresa, não se preocupe. Existem alguns pontos que podem ajudar na gestão, tornando-a mais eficiente e evitando que os erros passem despercebidos. Confira!

Faça auditorias periódicas 

O primeiro passo, e também um dos mais importantes, é investir em uma rotina periódica de auditoria. A auditoria verifica todas as etapas da gestão, identificando erros e falhas processuais que possam provocar problemas graves.

Identificar os erros, sobretudo antes que eles provoquem rombos maiores no caixa da empresa, é um dos papéis essenciais da auditoria. Além disso, ela também é responsável por propor ações corretivas, que reduzem significativamente os erros fiscais e permitem que a empresa reaja antes que o erro se concretize.

A constância da auditoria vai depender de cada empresa, mas o ideal é que elas sejam realizadas de forma constante o suficiente para evitar qualquer risco.

Tenha um bom planejamento tributário 

O planejamento tributário é uma ferramenta crucial para garantir uma gestão fiscal eficiente. É no planejamento tributário que a empresa traça um plano delimitado de como agir para conseguir reduzir ao máximo, de forma legal, o valor do imposto pago, ao ponto que define estratégias para garantir que todas as etapas da gestão tributária corra bem. 

Use softwares de gestão

Um bom software de gestão fiscal é a ferramenta ideal para empresas que querem reduzir custos e aumentar a eficiência de todo o setor financeiro. Através de sistemas como o SISPROTAX, a empresa automatiza processos e evita erros de cálculo,  reduzindo drasticamente o risco de perder dinheiro na hora de pagar impostos. 

Além disso, mudanças nas normas tributárias são atualizadas automaticamente no sistema, dando mais segurança e autonomia para toda a equipe. O sistema também pode ser fundamental na hora de outras etapas do planejamento tributário, inclusive no momento de auditoria e geração de relatórios.

E esse é só o começo. Quer descobrir tudo o que o SISPROTAX pode fazer pelo seu negócio? Fale agora com um de nossos especialistas e entenda como a tecnologia pode ajudar o seu negócio a lucrar muito mais!