Blog

LOW-CODE EXPERIENCE

Tecnologia e Inovação andam juntas, assim como a SISPRO e a Universidade LaSalle. Logo, não poderia ser diferente, a SISPRO esteve presente no 11º TELECOMPTEC, o maior evento na área de tecnologia da Universidade La Salle.

Em sua décima primeira edição, ocorrida entre os dias 27 e 31 de maio na Universidade, o TELECOMPTEC trouxe uma apresentação tradicional: foram cinco dias repletos de palestras, minicursos e painéis, onde foram apresentados trabalhos qualificados de profissionais que atuam na área de Tecnologia da Informação.

Nesse contexto, a SISPRO esteve presente com o talk “Low-Code Experience” dentro do painel “Transformação Digital e como ela Impacta no Ciclo de Desenvolvimento de Software”.

A conversa teve o objetivo de expor como foi a experiência de utilizar a plataforma Low-code da Outsystems e como essa plataforma otimizou os processos de desenvolvimento de softwares, tornando a SISPRO mais competitiva.

A missão de levar esses conhecimentos sobre essa tecnologia para o TELECOMPTEC ficou por conta do Victor Salvi e Guilherme Flores, desenvolvedores da SISPRO.

Segundo Guilherme, “o Low-Code é um mundo ainda pouco explorado, mas em constante expansão e cheio de benefícios, tanto para a empresa que adota seu uso, quanto para os profissionais que desejam investir sua carreira em uma tecnologia com alta projeção de crescimento e popularidade”.

“A plataforma Outsystems agrega muito valor ao produto, pois ela assume a responsabilidade de trazer as mais recentes tecnologias aos softwares criados, além de garantir que os melhores padrões de segurança e desempenho sejam implementados, permitindo que o desenvolvedor foque apenas nas características do negócio e, assim, melhorando a experiência do usuário”, conforme Victor Salvi.

Este tipo de tecnologia abre espaço para que o profissional foque no desenvolvimento de habilidades como conhecimentos de negócio, arquitetura de software, boas práticas de desenvolvimento, ao invés de focar em aprender a sintaxe de uma linguagem de programação.

Ficou com dúvida? Entre em contato com a SISPRO.