Nota Fiscal Eletrônica chega em 2010 na atividade agropecuária - SISPRO
5122
post-template-default,single,single-post,postid-5122,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-6.9.0,vc_responsive,elementor-default,elementor-kit-23911
 
Blog

Nota Fiscal Eletrônica chega em 2010 na atividade agropecuária

Autor: Assessoria

As empresas agropecuárias devem aderir no ano de 2010 à Nota Fiscal Eletronica (NF-e), exigência da Secretaria da Fazenda (SEFAZ). A adequação já está ocorrendo também nas empresas fabricantes de automóveis, cimento, medicamentos, frigoríficos, ferro-gusa, laminados, bebidas e siderúrgicas.

Diferente do método tradicional, em que as notas são lançadas de forma manual e atreladas a talões ou formulário contínuos, o processamento da Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) será on-line, facilitando as consultas e criando também um sistema mais eficaz contra sonegação.

O gerente administrativo e financeiro da Agropecuária Jacarezinho Ltda, Maurício Carlos Martins Cruz, explica que a implantação da NF-e na atividade agropecuária eliminará uma série de procedimentos, cortando gastos com impressão de formulários contínuos, agilizando troca de informações, aumentando a confiabilidade dos dados e dispensando a guarda de documentos. “Haverá uma segurança maior nos dados gerados para o faturamento de um produto, bem como na prestação de contas e recolhimento de tributos”, enfatiza.

De acordo com Cruz, com a NF-e as empresas terão acesso aos portais tributários das esferas municipal, estadual e federal, podendo realizar operações em tempo real e pesquisa em informações contábil e fiscal que estarão padronizadas e compartilhadas.”Se houver irregularidades, estas serão detectadas imediatamente, facilitando as medidas de correção e regularização dos documentos”, finaliza.

A expectativa, segundo a Receita Federal e os fiscos estaduais, é que, com a obrigatoriedade da NF-e, cerca de 10 milhões de notas fiscais eletrônicas, oriundas de todos os segmentos exigidos, sejam emitidas por mês.

Notas fiscais da venda de produtos como animais, grãos, insumos e demais, devem ser cadastradas no Controle Eletrônico de Nota Fiscal de Saída (Cenf), disponível no site da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz).