O que é layout de produção?
13092
post-template-default,single,single-post,postid-13092,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-5.7,vc_responsive
 
Blog

O que é layout de produção?

O que é layout de produção?

O layout de produção, também denominado arranjo físico, é uma representação gráfica do chão de fábrica. Mais do que uma planta, é uma técnica utilizada para definir a distribuição e disposição física dos componentes da área de produção. O objetivo é organizar o espaço físico do chão de fábrica localizando os equipamentos e postos de trabalho de forma a obter maior eficiência na produção.

Para determinar com excelência o layout de produção, especificando o local de cada máquina e dos trabalhadores, é preciso considerar o fluxo do processo de produção. É essencial organizar as máquinas e postos de trabalho próximos, com menor distância entre eles, observando a sequência de atividades do fluxo produtivo, sem, no entanto, esquecer de reservar as áreas de segurança.

O layout de produção busca facilitar a movimentação de pessoas, evitar cruzamentos de produtos e materiais que acabam complicando o fluxo produtivo e evitar situações de risco de acidente.

Existem vários tipos de layouts de produção, sendo que cada um é mais adequado a certo tipo de processo produtivo. Os três principais tipos são:

  • Layout por produto ou linear no qual o produto se movimenta entre as máquinas e os postos de trabalho, que permanecem fixos. É aplicável em linhas de montagem como a fabricação de automóveis.
  • Layout por processo ou funcional, é aplicado, por exemplo, quando são fabricados produtos com fluxos de produção diferentes envolvendo os mesmos equipamentos.
  • Layout fixo ou posicional, no qual o produto permanece fixo no local enquanto máquinas e pessoal se movimentam executando as tarefas de produção. É o caso da fabricação de um navio.

A definição do layout de produção influi diretamente na produtividade do chão de fábrica. O fluxo dos processos pode ser otimizado com um bom arranjo físico ou prejudicado com um layout de produção que não o reflete.

Um layout de produção que apresenta grande distância entre os postos de trabalhos e equipamentos, acaba gerando muito transporte de materiais e produtos, tempo precioso que não acrescenta valor ao produto e as vezes chega a 30% do tempo de produção.

Um arranjo físico elaborado contemplando o fluxo do processo de produção, com menor distância entre as máquinas e postos de trabalho, levando em conta a sequência de sua utilização, reduz o tempo com transporte de produtos e materiais, ao mesmo tempo que se obtém fluidez na movimentação. Tudo isto converge para um menor lead time da produção e consequentemente menor custo do produto.

Lembra do Telecurso 2000? Em uma das vídeo aulas, o leiaute (layout) ou arranjo físico apresenta um exemplo de layout com muitos problemas e na sequência o processo que resulta em um layout bem mais eficiente.

NR-12: Como adequar o layout de Produção?

A Norma Reguladora NR-12 Segurança no trabalho em máquinas e equipamentos, do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), define “referências técnicas, princípios fundamentais e medidas de proteção para garantir a saúde e a integridade física dos trabalhadores e estabelece requisitos mínimos para a prevenção de acidentes e doenças do trabalho nas fases de projeto e de utilização de máquinas e equipamentos de todos os tipos” conforme consta no item 12.1 da mesma.

Ao determinar o layout de produção é necessário observar as determinações dos itens 12.6 a 12.13 da NR-12 que são específicos para o arranjo físico e instalações. Estes itens basicamente estabelecem que cada coisa deve estar em seu lugar e que seu local deve ser definido de forma a promover a segurança e evitar acidentes, indo ao encontro do que o próprio layout de produção propõe.

Conforme a NR-12 devem ser demarcadas e mantidas desobstruídas as áreas de circulação e vias principais de circulação, orientando assim o fluxo de movimentação apenas nestes espaços. Também devem ser demarcadas as áreas de armazenamento, onde devem ser mantidos os materiais utilizados no processo produtivo.

A norma também aborda a questão de distâncias, definindo que sejam mantidos espaços ao redor de máquinas como forma de evitar acidentes e doenças do trabalho e garantir a segurança dos trabalhadores. É importante também que o layout de produção contemple a questão do transporte e movimentação área de materiais que só pode acontecer sobre áreas que não possam ter trabalhadores.

Entre outros tantos detalhes a serem observados no layout de produção, a NR-12 determina que os espaços devem estar em conformidade com demais normas técnicas oficiais e com requisitos dos fabricantes.

Layouts de produção com fluxo racional e contemplando o regramento da NR-12 melhoram a produtividade e otimizam o uso do espaço da fábrica sem grandes investimentos e obtendo considerável redução de custo.

Se você quer saber mais sobre o layout de produção, confira o post Como estruturar o ERP no layout de produção?