Benefícios de antecipar a substituição do emissor do Sefaz - SISPRO
8706
post-template-default,single,single-post,postid-8706,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-5.7,vc_responsive
 
Blog

Por que você não deve deixar para trocar o emissor do Sefaz para a última hora?

Emissor do Sefaz

A partir de 1º de janeiro de 2017, o emissor gratuito de Nota Fiscal Eletrônica, disponibilizado como parte da estratégia para massificação da NF-e no Brasil, será descontinuado (veja detalhes em nosso post com as melhores alternativas ao emissor do Sefaz).

As empresas que ainda estão utilizando o emissor gratuito de Nota Fiscal Eletrônica da Secretaria da Fazenda necessitam adquirir o quanto antes uma solução alternativa para substituí-lo.

A própria Secretaria da Fazenda se preocupou em recomendar que seus usuários buscassem outras soluções bem antes do prazo limite que ela estipulou para a descontinuação do emissor. O aviso de descontinuidade foi divulgado em abril de 2016 justamente para que as empresas tivessem tempo mais do que suficiente para se planejarem para adquirir um novo programa emissor da Nota Fiscal Eletrônica.

Riscos de não substituir o emissor do Sefaz

A empresa que contratar o quanto antes uma aplicação vai evitar riscos desnecessários ao seu negócio. Imagine se em determinado momento as notas geradas pelo emissor da Secretaria da Fazenda passarem a não serem mais aceitas na transmissão.

Este é um problema que pode ocorrer: basta que após 31 de dezembro de 2016, a empresa continue utilizando o emissor gratuito de Nota Fiscal Eletrônica da Secretaria da Fazenda e que seja publicada alterações no leiaute e/ou regras da Nota Fiscal Eletrônica ou do Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica (DANFE). A nota gerada pelo emissor não estará mais em conformidade com as regras e não será aceita.

É um impacto direto na empresa, pois sem a Nota Fiscal Eletrônica não é possível entregar as mercadorias. Como deixar de entregar a mercadoria ao cliente? Como deixar de atender o cliente? Antecipar a aquisição de um programa emissor irá eliminar toda esta situação de risco.

Benefícios de antecipar a substituição do emissor do Sefaz

Antecipar a busca de uma solução também vai possibilitar que a empresa avalie diversas opções e selecione a que melhor atende às demandas da legislação e as demais necessidades do negócio, bem como a que apresente maior aderência aos processos da empresa. Também será possível explorar e avaliar as modalidades de contratação, preço e limites de cada solução, selecionando a que proporciona à empresa melhor relação custo-benefício.

Iniciando logo o processo de seleção, a empresa poderá contar com o tempo a seu favor, e realizar testes, homologar soluções, avaliando suas funcionalidades e verificando se atende todas as situações que se apresentam no dia a dia da empresa. Existem soluções que possibilitam que o cliente teste gratuitamente a aplicação pelo prazo de dez ou quinze dias e esta é uma opção bem interessante para que os usuários conheçam e avaliem a aplicação.

Deixar para a última hora estressa todo o processo de seleção, diminui o tempo disponível para as tarefas, gera uma correria, aumenta o risco, aumenta a urgência de achar uma solução e com isso compromete a qualidade do processo de seleção que acaba sendo feito às pressas e sem tanta precisão e rigor.

Além disso, a concorrência será maior. Provavelmente, a empresa estará acompanhada de várias outras organizações que estarão na mesma situação: buscando uma solução para emitir nota fiscal eletrônica. E em uma época de final de ano, onde existe um maior número de atividades na empresa e também aumento nas vendas.

Portanto não deixe para trocar o emissor na última hora. Antecipe a aquisição da solução.