Entenda o que é backoffice e seu papel na empresa | SISPRO
14385
post-template-default,single,single-post,postid-14385,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-5.7,vc_responsive
 
Blog

Entenda o que é backoffice e seu papel na empresa

entenda-o-que-e-backoffice-e-seu-papel-na-empresa

Dentro de uma empresa, há toda uma estrutura por trás para garantir que os objetivos sejam alcançados. Essa estrutura, conhecida como backoffice, é fundamental, apesar de ser vista por muitos gestores como mero custo.

O backoffice engloba todas as áreas indispensáveis para o funcionamento de uma empresa. Em português, também é possível utilizar o termo “retaguarda” para designar essa estrutura.

Marketing, recursos humanos, tecnologia da informação, produção e desenvolvimento, financeiro, jurídico e outras, todas são retaguardas da empresa.

Sem elas, dificilmente um vendedor será bem sucedido nas ruas. Os serviços elaborados sem uma estrutura por trás dificilmente se sustentam, não resolvem os problemas a que se propõem.

O backoffice é o suporte para a linha de frente e também o motivo da equipe ter algo para ir às ruas. Se é mal gerido, certamente a empresa inteira terá dificuldades, pois é o alicerce, o suporte de todo o negócio.

Mesmo após tantos teóricos, como Mervyn King e Janice Reynolds, apontando o papel crucial de cuidar dessa estrutura, muitos gestores ainda se recusam a prestar a devida atenção e valorizar a eficiência, gestão e a inovação no backoffice.

E é importante saber: a retaguarda não é voltada a fazer dinheiro, mas mal gerida, pode ser um ralo dos dividendos de uma empresa.

Pense em um computador. Para ver as imagens e poder trabalhar nele, há uma centenas de processos ocorrendo.

Enquanto escrevemos um texto, vemos na tela somente o documento e a tela do sistema operacional (interface). Por trás, há os softwares operando o hardware, com seus diversos componentes, funcionando em sua plenitude para garantir que o usuário tenha acesso a isso.

A interface é o que importa para o usuário final, mas sem a estrutura do sistema operacional e os componentes de hardware funcionando, certamente não conseguiria utilizar o computador para produzir um simples texto.

Tornar o backoffice eficiente exige principalmente uma coisa:

Importância de garantir a sinergia no backoffice

Sinergia. A palavra está cada dia mais batida, mas não perde seu valor. Principalmente, quando o objetivo é garantir a qualidade e eficiência das operações de um negócio.

Com a transformação digital, as tecnologias, redes sociais e clientes ultraconectados, a fronteira entre o que é retaguarda e o que é linha de frente está cada vez mais ofuscada.

 

Os clientes estão interagindo com os processos produtivos das empresas e áreas que antes ficavam restritas aos escritórios, como marketing e setor jurídico, saem a campo para falar e interagir.

 

Garantir a sinergia, isto é, a afinação, união, coerência e propósito entre as áreas que compõem o backoffice é crucial para ter um discurso e objetivos alinhados.

 

Esse alinhamento é importantíssimo para quem lida diretamente com o cliente com mais frequência e fundamental para o sucesso do negócio.

 

A própria tecnologia permite esse nível de sinergia (que exige centralização, mas permite autonomia).

 

Um exemplo são os negócios virtuais, que integram a plataforma com o backoffice por meio de ERPs (softwares de gestão).

 

Aplicativos, lojas virtuais, sistemas de logística, gestão de contratos e até gestores de mídia, tudo pode ser integrado aos ERPs, justamente na centralização necessária para garantir a sinergia.

 

Assim, os gestores conseguem ter uma visão completa do negócio para tomar decisões mais coletivas e de impacto positivo para toda a empresa, não somente para seus redutos ou áreas.

 

Essa centralização também permite tornar os processos e projetos mais eficientes, enxutos e compostos somente pelo necessário, sem desperdícios, como prega a famosa metodologia Lean.

Agora, sabendo a importância e o papel sinérgico dos ERPs nas empresas, você não acha que é hora de investir em um para o seu negócio? Traçamos os motivos para sua empresa começar a projetar o uso de um sistema de gestão a partir de hoje!