SISPRO anuncia Inventário Patrimonial Programado | SISPRO
1039
post-template-default,single,single-post,postid-1039,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-5.7,vc_responsive
 
Blog

SISPRO anuncia Inventário Patrimonial Programado

Serviço garante a atualização contínua dos ativos para aumentar eficiência da gestão patrimonial e elimina custos operacionais

A SISPRO – Serviços e Tecnologia para Administração e Finanças, anuncia uma nova modalidade de serviço de inventário patrimonial para as empresas que necessitam garantir o controle de ativos patrimoniais visando a adequação ao IFRS, atendimento à Lei 11.638, normativas da Comissão de Valores Mobiliários e ao IAS 36 (International Accounting Standards).

Com o serviço, segundo Lourival Vieira, diretor de Marketing da SISPRO, é possível planejar a intervenção no patrimônio em períodos variáveis, de acordo com o perfil e necessidades de cada empresa e envolve a completa reorganização de todos os bens patrimoniais constantes e/ou do ativo fixo da empresa, mediante a realização de inventário físico. “Muitas empresas estão nos procurando para antecipar o inventário justamente para não deixar o serviço acumulado e também para aumentar a eficiência da gestão dos ativos. Os gestores estão preferindo ter um plano de inventário patrimonial programado e contínuo para aumentar a sua eficiência. O tipo de serviço solicitado varia de acordo com cada necessidade e pode incluir os testes de recuperabilidade ( impairment ) ( CPC01 ), a determinação de vida útil do bem (CPC27), entre outras exigências.”, explica o executivo.

O novo serviço, segundo Vieira, pode ser acompanhado da oferta do software SISPRO Patrimônio, projetado para atender às exigências da Lei 11.638/07 e IFRS, ao CIAP – Bloco G do SPED Fiscal (EFD), e que permite o armazenamento das informações do cadastro de bens, movimentação mensal e de cálculos. “O sistema controla e disponibiliza as informações necessárias para que a empresa possa integrar o controle de crédito de ICMS sobre os bens patrimoniais à sua solução fiscal legada”, explica. “Outra opção é o inventário patrimonial com tags RFID (Radio-Frequency IDentification), que é opcional e tem como objetivo oferecer maior segurança na automação dos ativos físicos a partir de uma tecnologia que vem tendo grande aceitação e utilização em vários segmentos da economia”.