Varejistas nas nuvens | SISPRO
5703
post-template-default,single,single-post,postid-5703,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-5.7,vc_responsive
 
Blog

Varejistas nas nuvens

Segundo estudos da Mintel, o e-commerce brasileiro cresceu 250% nos últimos cinco anos. O valor de mercado de empresas que atuam nesse segmento também aumentou consideravelmente, passando de R$ 14,8 bilhões em 2008 para R$ 51 bilhões em 2013. Números que demonstram a maturidade do setor e a parcela importante que o comércio eletrônico representa para a economia brasileira. 


Mas, para que esses números continuem crescendo positivamente, cabem às empresas investir fortemente em estrutura tecnológica para que suportem essa demanda crescente e para oferecer uma experiência de compra ainda melhor aos consumidores.

Para André Magno, diretor da Level 3, está claro o desafio das fornecedoras de soluções em TI para o varejo. “Nosso dever de casa é saber lidar com grandes fluxos de dados, suportar o tráfego intenso, estar atento às questões de segurança e alinhado com a nuvem, que é uma realidade no nosso País”, explica. Em sua opinião, os players têm consciência da maturidade do mercado e têm investido bastante, principalmente, em relação à conectividade, big data e logística de entrega.

Um bom exemplo disso é o fato de acompanharmos recentemente grandes nomes do Varejo nacional investindo em soluções de TI oferecidas pela Level 3. Algumas delas estenderam a parceria já firmada em países europeus, como é o caso da Rocket Internet, empresa desenvolvedora de sites de e-commerce sediada na Alemanha e que chegou ao Brasil de olho no potencial do nosso mercado. 

“Temos atenção especial com os clientes que usam seus recursos de TI como habilitadores de negócio, como é o caso do varejo online. Oferecemos serviços específicos de atenção e governança de Tecnologia da Informação, além de monitoração de negócio, que assegura o funcionamento e desempenho dos sites de nossos clientes”, afirma.

Cloud computing

E para atender uma parcela cada vez maior de empresas que estão experimentando serviços da nuvem, a Level 3 oferece soluções em cloud para atender as exigências do mercado. “A nuvem é uma questão que está em pautas em todas as rodas de conversas, congressos e demais eventos do setor. Cerca de 80% das empresas têm seus próprios data centers, mas 27% deles já estão experimentando algum serviço em cloud computing”, afirma. 

De olho nessa movimentação, a Level 3 conta com um novo portal self-service para essas finalidades. “Isso associado às nossas ofertas de serviços de atenção e governança de TI e monitoramento de negócio, asseguram um desempenho diferenciado dos nossos clientes. É importante ressaltar que as ofertas de serviços de segurança do nosso portfólio são críticas na composição de uma solução eficiente para essa indústria, em especial por aliarmos serviços de conectividade e tráfego, CDN, Cloud Conect e tantos outros serviços baseados em nossa rede mundial”, conclui.

Por Alexandre Finelli

 

Fonte: decisionreport.com.br – 04/08/14