SMPE apresenta propostas para o eSocial | SISPRO
5601
post-template-default,single,single-post,postid-5601,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-5.7,vc_responsive
 
Blog

SMPE apresenta propostas para o eSocial

Em reunião solicitada pela Secretaria de Micro e Pequena Empresa com a Casa Civil, Ministério da Fazenda, Receita Federal e Ministério da Previdência, ficou ajustado que a pasta participará do Comitê do eSocial para discutir e propor aprimoramentos ao modelo.

O eSocial é uma plataforma digital que vai unificar a forma de apresentar informações previdenciárias, trabalhistas e tributárias sobre das empresas.

O objetivo da SMPE é criar um módulo efetivamente diferenciado e simplificado para as MPE para facilitar o cumprimento de suas obrigações por meio do eSocial. A primeira reunião da SMPE com o Comitê responsável pela plataforma deve acontecer nos próximos dias.

Entre as propostas apresentadas pela SMPE estão, principalmente, o desenvolvimento de um sistema simplificado para preenchimentooffline das obrigações, a exemplo do Imposto de Renda da Pessoa Física; saneamento da base de dados, tanto quanto possível, antes do início do sistema, unificando números cadastrais e não obrigando os empregados a fazê-lo pessoalmente junto aos órgãos públicos. Entre os objetivos também está a possibilidade da própria empresa atualizar ou corrigir dados dos empregados no sistema, facilitando a operação, e promover o uso de informações de bases de dados já existentes no governo, o que vai dispensar novos ônus para a MPE.

Para a SMPE também é importante criar facilidades administrativas para tornar o sistema mais rápido, com diferenciais conforme a atividade da empresa. De acordo com as propostas da secretariam, a ideia é adaptar prazos, permitir o substabelecimento de procuração eletrônica entre empresas e contabilistas, bem como estabelecer imediatamente cronograma de eliminação de CAGED, RAIS e outras obrigações atualmente exigidas.

Fonte: SMPE via eSocial Informações – 30/01/14