Secretaria da Fazenda adquire novo software para auditoria de empresas | SISPRO
5487
post-template-default,single,single-post,postid-5487,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-5.7,vc_responsive
 
Blog

Secretaria da Fazenda adquire novo software para auditoria de empresas

Os auditores fiscais da Receita Estadual contarão com um software mais moderno e eficiente para a fiscalização de empresas. A Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) acaba de adquirir o programa de computador IDEA, que será utilizado na avaliação de dados de empresas nas atividades de auditoria.

O IDEA é indicado principalmente para a fiscalização de empresas consideradas de auditoria complexa – aquelas que comercializam vasta variedade de mercadorias, referentes a várias modalidades tributárias.

Entre essas empresas, estão lojas de departamento e de materiais de construção, farmácias e supermercados. A previsão da Sefaz é que os auditores comecem a ser treinados na utilização do software a partir de fevereiro.

Desenvolvido no Canadá, o software é um dos mais utilizados no mundo e já foi adotado em estados como Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Ceará e Bahia.

De acordo com o subgerente de Programação Fiscal da Sefaz, Herval José Borini Cezarino, entre as vantagens do IDEA estão a possibilidade de trabalhar com grande quantidade de dados, com um arquivo sem limite de tamanho – atualmente, a auditoria de algumas empresas tem de ser armazenada em mais de uma etapa, de acordo com meses ou anos; e a eliminação de falhas possíveis em outros programas.

Além disso, lembra Cezarino, o software é de fácil aprendizagem e permite a utilização de arquivos nos mais diversos formatos e padrões, possibilitando integrar as informações do Sintegra, Nota Fiscal Eletrônica (NF-e), Conhecimento de Transporte Eletrônico (CTe), Escrituração Fiscal Digital(EFD) e Escrituração Contábil Digital (ECD), preservando o conhecimento e informações hoje utilizados no AUDITE, ECF, Excel e, Access, dentre outros, tudo em uma mesma plataforma de trabalho.
 
 
FONTE: http://internet.sefaz.es.gov.br/informacoes/noticias.php?id=1131