Índice de retificação do SPED chega a 30% | SISPRO
4905
post-template-default,single,single-post,postid-4905,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-5.7,vc_responsive
 
Blog

Índice de retificação do SPED chega a 30%

Pesquisa da IOB aponta que maiores proporções são relativas ao Sped Fiscal

SÃO PAULO – Embora mais de 90% das empresas tenha entregado arquivos do Sistema Público de Escrituração Digital (Sped) dentro do prazo, o índice de retificação chega a quase 30%. No caso específico da Escrituração Fiscal Digital (ou Sped Fiscal), essa proporção é de 29%, ao passo que na Escrituração Contábil Digital (ou Sped Contábil), ela fica em 15%. As informações são de pesquisa da IOB Soluções.

Quer ficar por dentro de tudo o que acontece na comunidade financeira? Assine gratuitamente a nossa newsletter diária e receba os destaques em sua caixa de e-mail.

“Inicialmente, muitas empresas não acreditavam que a adequação ao Sped seguiria rigorosamente seus planos de implementação e tinham expectativas de que teriam mais tempo para se adequar. Entretanto, os prazos para a entrega da NF-e e do Sped Contábil foram mantidos. Isso significa que muitas empresas, na corrida para atender ao prazo, podem ter transmitido dados com algum tipo de inconsistência”, explicou o diretor de soluções da IOB, José Adriano.

“Ou seja, o cumprimento do prazo não significa, necessariamente, que as empresas estão totalmente preparadas ou adaptadas ao novo sistema: ainda há muitos problemas com o conteúdo das informações”, continuou.

Conforme a pesquisa, 19% das companhias apontaram a falta de tempo como a principal dificuldade na implantação da EFD.

“O alto número de empresas que pretendem corrigir as informações enviadas ilustra a complexidade do processo de geração dos arquivos e comprova a insegurança das empresas em relação à qualidade das informações reportadas ao Fisco”, ressalta Adriano.

A pesquisa da IOB Soluções contou com a participação de 348 empresas, com faturamentos de R$ 20 milhões a R$ 600 milhões.

Fonte: Financial Web – 20/05/2011