Evento Sobre IFRS e Teste para o Impairment, dia 17 de Fevereiro | SISPRO
4719
post-template-default,single,single-post,postid-4719,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-5.7,vc_responsive
 
Blog

Evento Sobre IFRS e Teste para o Impairment, dia 17 de Fevereiro

A atividade organizada pela Sispro é gratuita e destinada aos executivos financeiros, contabilistas, controllers e profissionais de TI que atuam em empresas que registraram no ano anterior um ativo total superior a R$ 240 milhões ou receita bruta anual superior a R$ 300 milhões.

O resultado positivo e a grande repercussão da primeira edição do evento “Descomplicando o Teste para o Impairment”, realizado na segunda quinzena de Janeiro, motivou a Sispro a marcar uma nova data para a realização da segunda edição do evento, que tem como objetivo mostrar às companhias como garantir a aplicação dos testes de Impairment de modo facilitado e atender à normativa 527 da Comissão de Valores Mobiliários, do CPC 01 (Comitê de Pronunciamento Contábil) e IAS 36 (International Accounting Standards), seguindo o modelo IFRS.

O novo evento tem vagas gratuitas e limitadas e está marcado para o dia 17 de Fevereiro, terça-feira, das 8:30 às 11 horas, no The Universe Flat – Rede InterCity (Rua Pamplona, 83). A atividade é destinada aos executivos financeiros, contabilistas, controllers e profissionais de TI que atuam em empresas que registraram no ano anterior um ativo total superior a R$ 240 milhões ou receita bruta anual superior a R$ 300 milhões. Isto porque, a partir de agora, estas companhias estão obrigadas apresentarem em seus balanços trimestrais as informações exatas e atualizadas sobre o Teste de Impairment de ativos de longa duração, a partir de testes que visam evidenciar e mensurar a perda da capacidade de recuperação dos ativos.

O evento contará com palestra a ser proferida por Gilberto Oliveira, contabilista e especialista em gestão de Patrimônio e que discorrerá sobre o cenário da aplicação do modelo IFRS no mercado global e nacional e como as empresas podem garantir as melhores práticas na aplicação dos testes de Impairment de modo facilitado.

 Fonte: www.sispropatrimonio.com.br – 04/02/2009