Empresas com menos de 10 funcionários devem adotar certificado digital até 30 de junho | SISPRO
4628
post-template-default,single,single-post,postid-4628,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-5.7,vc_responsive
 
Blog

Empresas com menos de 10 funcionários devem adotar certificado digital até 30 de junho

Quem não se adequar não poderá recolher o FGTS ou prestar informações à Previdência Social 
 
Até o dia 30 de junho de 2013, todas as empresas que possuem até 10 funcionários devem se adequar ao novo canal Conectividade Socialemitido no modelo ICP-Brasil para recolhimento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço – FGTS e prestação de informações à Previdência Social. Os microempreendores individuais e estabelecimentos optantes pelo Simples Nacional com até dez empregados não estão obrigados a se adaptar à mudança.  
 
Para utilizar a ferramenta, as empresas precisam providenciar o quanto antes um certificado digital que serve como chave de acesso ao canal Conectividade Social ICP-Brasil no site da Caixa Econômica Federal. O certificado digital é um documento eletrônico que possibilita comprovar a identidade de uma pessoa, empresa ou site. Seu objetivo é assegurar a realização de transações virtuais e a troca eletrônica de documentos, mensagens e dados. Ele funciona como uma carteira de identidade virtual.
 
A partir de 1º julho, com o Conectividade Social, as pequenas empresas poderão assinar, digitalmente, qualquer tipo de documento, conferindo-lhe a mesma validade jurídica dos equivalentes em papel assinados de próprio punho. Os certificados digitais viabilizam o acesso a serviços virtuais da Secretaria da Receita Federal do Brasil – RFB, evitando o comparecimento a uma de suas unidades, o que representa uma ‘economia de tempo’ para o contribuinte.
 
De acordo com a Circular nº 582 da Caixa Econômica Federal, após 30 de junho, quando termina o prazo para adesão do Conectividade Social, não será mais permitido acesso ao portal eletrônico da Caixa com os atuais certificados em disquete, considerando a obrigatoriedade legal da substituição pelos certificados emitidos no padrão ICP-Brasil.  
 
25/06/2013 – Fonte: Assessoria de Comunicação do IBPT