Contagem regressiva para o envio da EFD do segundo trimestre no Tocantins | SISPRO
4374
post-template-default,single,single-post,postid-4374,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-5.7,vc_responsive
 
Blog

Contagem regressiva para o envio da EFD do segundo trimestre no Tocantins

A Secretaria da Fazenda do Tocantins informa que os arquivos da Escrituração Fiscal Digital (EFD) dos meses de abril a junho devem ser transmitidos até domingo, 30.
A estimativa é de que 6 mil empresas estejam obrigadas a enviar seus dados até esta data. Desse total, somente 18% (1.073) dos contribuintes já entregaram seus arquivos.
A obrigatoriedade atinge todos os contribuintes do ICMS, exceto as empresas do Simples Nacional, com faturamento de até R$ 1,2 milhão e os produtores agropecuários pessoa física, não optantes pelo regime normal de recolhimento.
A EFD unifica informações fiscais de todos os contribuintes do ICMS e do IPI, e substitui a escrituração em livros fiscais no formato físico. Dentre as vantagens oferecidas da escrituração digital estão à diminuição das obrigações fiscais, dos erros nos lançamentos e uma contabilidade integrada com a gestão financeira da empresa.
O governo fez as contas e concluiu que deixou de arrecadas R$ 47,8 milhões em IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) entre 2007 e 2011.
Somente este ano, segundo o balanço, os proprietários de pouco mais de 125 mil veículos, representando 39,48% da frota tributada do Estado, não recolheram o equivalente a R$ 23,7 milhões em imposto.
Chama a atenção a omissão dos proprietários de veículos de maior valor de mercado, com IPVA acima de R$ 1 mil, os quais não pagaram R$ 23,7 milhões este ano em Todo o Estado.
O calendário de recolhimento do IPVA terminou em setembro passado. A Secretaria da Fazenda faz um alerta aos proprietários de veículos para que acertem seus débitos, a fim de evitar transtornos com a fiscalização.

Fonte: TI Inside – 26/10/11