Controle de horas: saiba como fazer na prestação de serviços | SISPRO
9169
post-template-default,single,single-post,postid-9169,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-5.7,vc_responsive
 
Blog

Controle de horas: saiba como fazer na prestação de serviços

Quando você tem um time interno, é fácil realizar o controle de horas trabalhadas: basta um ponto eletrônico. Mas e quando se trata de acompanhar a jornada de funcionários externos? No caso de vendedores, por exemplo, como saber a quantidade de horas trabalhadas? Até algum tempo atrás, esse acompanhamento era praticamente impossível. Hoje em dia, porém, a tecnologia simplificou bastante a tarefa. Quer saber como? Então conheça agora mesmo algumas soluções que podem ajudar no controle de horas na prestação de serviços externos!

Softwares de Ponto Mobile

Como o home office e os trabalhos externos têm se intensificado no mercado de trabalho, as soluções para a marcação de ponto remoto também vêm se multiplicando. É esse o caso de alguns softwares que permitem a marcação de ponto onde quer que o funcionário esteja. Esses recursos usam a geolocalização para determinar onde o ponto foi marcado, podendo ser usados em dispositivos móveis. Os planos costumam variar de acordo com o número de funcionários inseridos no sistema de controle de horas externas.

Aplicativos de controle

Como os smartphones não saem mais dos bolsos por aí, a melhor forma de controlar as horas da sua equipe externa é adotando um aplicativo de controle de ponto. Nele, o colaborador insere os dados de entrada e saída, bem como dos intervalos feitos, acompanhando sua jornada diária. Depois é só tirar um relatório mensal e entregar no setor de gestão de pessoas para que as horas sejam computadas corretamente e a remuneração venha conforme o período trabalhado. Caso seu desejo seja controlar também a produtividade do time, é possível usar outros aplicativos, por meio dos quais o funcionário marca o horário de início e término de uma determinada atividade e, com isso, sabe ao final do dia exatamente quantas horas foram trabalhadas.

Ponto eletrônico

Outra forma de manter sua equipe externa com as horas sob controle é exigir que cada vendedor se apresente tanto na entrada quanto na saída do expediente na empresa, para a marcação do ponto eletrônico junto com os demais funcionários. Obviamente, essa opção acaba comprometendo parte do tempo dos colaboradores, que têm que se deslocar até a empresa ao menos 2 vezes por dia. No caso de equipes que viajam muito, é preciso providenciar justificativas para a falta de marcação em cada dia de ausência do mês, o que exigirá, de qualquer forma, um excelente controle externo por parte do funcionário.

Sistemas ERP

Com a evolução das tecnologias, já temos sistemas ERP com ferramentas de controle de ponto integradas, permitindo que os funcionários façam a marcação on-line de suas horas de atividades. As informações são emitidas para o ERP em tempo real e a gestão de pessoas pode trabalhar com o controle de horas a qualquer momento, inclusive usando os dados para realizar o fechamento da folha de pagamento, tudo em questão de minutos. Controles como banco de horas, abono de saídas antecipadas ou atrasos e atestados médicos são facilmente lançados pelas gerências, desonerando o RH de tais atribuições e agilizando o fluxo de informações na empresa.

E então, quer ficar por dentro de mais dicas como essas? Curta nossa página no Facebook para se manter informado!