Como organizar processos do RH de maneira mais eficiente? | SISPRO
1351
post-template-default,single,single-post,postid-1351,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-5.7,vc_responsive
 
Blog

Como organizar processos do RH de maneira mais eficiente?

Como organizar processos do RH de maneira mais eficiente?

Não importa o setor em que atue, uma empresa lucrativa e de boa reputação no mercado costuma ser aquela que possui eficiência em seus processos internos de administração de recursos humanos e materiais. Interessadas em como organizar processos, muitas companhias têm adotado o uso de ferramentas tecnológicas, tais como os sistemas de Planejamento de Recursos Empresariais (do inglês, Enterprise Resource Planning ou ERP).

Esses sistemas permitem automatizar e centralizar informações sobre perfil dos funcionários, pagamento de encargos, controle de horas extras e de férias, fluxo de produção, nível de estoques etc. A vantagem não é só organizacional. Quando se oferece ao gestor uma visão global dos diversos departamentos e fluxos de produção da empresa, o banco de dados fornece subsídios para traçar estratégias de negócios. As planilhas geradas, por exemplo, revelam carências de pessoal em determinado setor, excesso de gastos e o nível de eficiência de cada departamento.

A automatização se tem mostrado especialmente interessante na desafiante tarefa de gerir o departamento pessoal. Os bancos de dados, quando bem utilizados, ajudam até mesmo a evitar processos trabalhistas. Eis algumas dicas de como organizar processos internos de recursos humanos que administradores bem-sucedidos costumam seguir:

1. Organize informações relevantes sobre seus funcionários

Você deve manter um sistema de dados básicos, tais como: cargo/função, data de admissão, aniversário e contatos pessoais de cada funcionário. É também interessante incluir na ficha de cada colaborador tópicos de avaliação de desempenho anual e de evolução dos salários, o que lhe informará sobre a trajetória do profissional e o grau de satisfação da empresa com ele.

É fundamental que seu sistema operacional gere planilhas com as informações-chave de todos os empregados, o que trará uma visão global dos quadros e facilitará em momentos decisivos sobre a gestão de pessoal.

2. Gerencie as férias com inteligência

Lance em um calendário não apenas o nome do funcionário e o período de ausência, mas também a função e o setor em que esses colaboradores trabalham.

Assim, você será capaz de verificar sobreposição de férias a ocorrer em uma mesma área, evitando desfalques em departamentos da empresa, o que pode comprometer a produtividade.

3. Fique atento às horas extras

Inadequações relacionadas às horas extras são uma das reclamações mais frequentes em processos trabalhistas. Para garantir que nada saia do controle, a fim de evitar demandas judiciais, mantenha uma planilha atualizada das horas trabalhadas de cada funcionário e do total a ser pago por isso.

Assim, os dados não se perderão e os cálculos serão feitos de forma exata. Se a sua empresa adota sistema de banco de horas, calcule a quantidade de folgas de cada colaborador e programe um alerta para avisá-lo sobre o período em que elas devem ser utilizadas.

4. Acompanhe a quitação de encargos

Embora o controle dos encargos trabalhistas – como pagamento do INSS e recolhimento do FGTS – costumem ser executados por contadores, é importante que você esteja informado do que tem sido feito em relação a isso.

Mantenha um arquivo de fácil consulta com as informações relevantes de encargos para cada funcionário.

5. Saiba como organizar processos e seja organizado até o fim

Crie um fluxograma das etapas a serem cumpridas no desligamento de um funcionário. O processo de demissão possui uma série de passos: há o aviso prévio, a necessidade do cálculo e pagamento de férias e 13º proporcionais, o agendamento do exame demissional etc.

Mantenha um resumo esquemático do que fazer e em que ordem cumprir cada tarefa. Assim, você racionaliza o processo, economiza energia e assegura que não haverá falhas.

Se ao ler essas dicas você achou que há muito trabalho a ser feito na sua empresa, não perca tempo e aplique o que aprendeu sobre como organizar processos. Comece agora! Aspesquisas e a experiência de quem adotou essas medidas mostram que o esforço vale a pena.

Para mais discussões sobre ferramentas e estratégias de administração, não deixe de nos acompanhar, assinando a nossa newsletter.

Fonte: Sispro Software EmpresarialBlog SISPRO Assine Recursos Humanos