Quais os impactos da falta de controle fiscal no resultado da sua empresa
14588
post-template-default,single,single-post,postid-14588,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-5.7,vc_responsive
 
Blog

Quais os impactos da falta de controle fiscal no resultado da sua empresa

quais-os-impactos-da-falta-de-controle

O controle fiscal impacta diretamente no resultado da empresa. Quando o controle é realizado plenamente, ele permite à empresa obter resultados favoráveis. Quando falta controle fiscal, o volume de erros tende a ser alto, gerando pagamento incorreto de tributos, bem como pode levar a entrega de obrigações ao fisco fora de prazo ou com erros.

Estes erros, quando detectado pelo fisco, levam a autuações, com possíveis multas e outras sanções, que também podem gerar perdas financeiras.

Opção pelo regime tributário e planejamento tributário

É o controle fiscal que vai gerar informações que permitirão ao gestor optar pelo melhor regime tributário para o perfil da empresa anualmente. A opção por outro regime pode levar a empresa a pagar mais impostos do que o necessário.

Os regimes tributários do Simples, Lucro Presumido e Lucro Real tem regras rígidas para enquadramento da empresa. Nem toda empresa pode se enquadrar pelo Simples. Há empresas que pelas regras se enquadram em lucro real, não podendo optar pelo lucro presumido devido ao faturamento ou objeto social.

Em alguns casos, enquadrar a empresa em um regime, cujas regras não permitem seu enquadramento, acaba gerando ônus e problemas com o fisco.

Planejamento tributário

Da mesma forma que a opção pelo regime tributário, se o controle fiscal não estiver atualizado com todas as informações, fazer um planejamento se torna uma tarefa quase heroica.

O controle fiscal deve gerar relatórios e indicadores que evidenciem o comportamento e participação dos tributos nos negócios da empresa. Ter todos os dados reunidos e organizados em relatórios, painéis e indicadores, que permitam fazer análise é essencial para se poder analisar benefícios e isenções que possam ser aproveitadas pela empresa.

Atualização constante

A legislação tributária brasileira é dinâmica com publicação de regras, restrições e limites para cálculo de tributos a pagar e a receber, as retenções e substituições tributárias. É preciso acompanhar a legislação para calcular e recolher os tributos de forma correta e incluir esta atividade no acompanhamento tributário.

Cada vez mais os documentos e obrigações acessórias são digitais, o que permite cruzamentos e validações automatizadas, evidenciando eventuais erros e podendo levar à autuação pelo fisco com consequentes perdas financeiras.

Contração de Solução Fiscal e automação de processos

A empresa que tem um controle fiscal realizado em múltiplos módulos ou utilizando planilhas e controles paralelos, pode perder o prazo de entrega de alguma obrigação. Com as obrigações acessórias sendo elaboradas em vários módulos, é possível que uma obrigação fiscal tenha informação diferente da que consta em outra obrigação. Com controles esparsos, há dificuldade deste erro ser identificado na empresa. A empresa corre risco do fisco identificar as divergências e acabar aplicando multa.

Utilizar um sistema para a gestão fiscal, integrado, ao sistema de gestão da empresa, traz inúmeros benefícios à empresa. Além de acompanhar em tempo real as atividades da empresa, possibilitar simulações que antecipem resultado e que permitam acompanhar a evolução do planejamento, a centralização das informações cria um ambiente próprio para avaliação do compliance tributário.

As soluções fiscais que integram direto com o sistema de gestão da empresa, capturam informações automaticamente agilizando a elaboração das obrigações acessórias e dos indicadores da gestão fiscal. Com todas as informações centralizadas, os erros decorrentes de elaboração de arquivos com origens distintas, são eliminados.

O controle fiscal quando realizado com ferramentas de apoio que favorece o acompanhamento, possibilita identificar os pontos críticos e favoráveis. Gerar as obrigações a serem entregues ao fisco de forma integrada no prazo e com informações de qualidade, pode gerar economia para a empresa. Os valores economizados contribuem para melhores resultados e podem ser direcionados para investimentos no negócio.