Simplificar a TI - O primeiro passo para a transformação digital | SISPRO
1876
post-template-default,single,single-post,postid-1876,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-5.7,vc_responsive
 
Blog

Simplificar a TI – O primeiro passo para a transformação digital

Transformação digital é a palavra da moda no momento. Vemos muita gente falando disso, as grandes empresas de consultoria trompeteando a urgência das empresas se reinventarem digitalmente e CEOs e Conselhos de Administração cobrando de seus executivos de TI que liderem esse processo e se tornem parceiros estratégicos das áreas de negócios.

Enquanto isso, os CIOs estão cada vez mais se sentindo pressionados em conseguir garantir a eficiência, disponibilidade e segurança de seus serviços, enquanto são empurrados para liderar este grande processo de mudança em suas empresas.

Não é surpresa que a principal conclusão da recém divulgada pesquisa State of the CIO 2016 é que para estes líderes a situação está complicada. Aqui no Brasil a situação é ainda pior, pois os CIOs ainda tem que atender pendências das grandes mudanças forçadas pelo governo como as sucessivas implantações de SPED nos últimos anos.

A verdade é que na última década a TI corporativa se tornou um monstro complexo, com muitas cabeças e vida própria. Sem atacar de frente este monstro, nenhum líder de TI conseguirá ser bem sucedido na transição para se tornar um executivo estratégico para o negócio.

O papel de uma TI moderna e estratégica deve ser o de focar apenas no que gera valor competitivo para o negócio e simplificar ao máximo tudo o que não gera valor.

Para simplificar sua estrutura é essencial que o CIO priorize as seguintes ações:

1 – Acelerar a migração para a nuvem de todos os serviços que já viraram commodity (email, servidores, CRM entre outros) reduzindo assim o volume de infraestrutura a ser gerenciada por equipes internas.

2 – Reavaliar os processos de TI de forma a simplificar tudo o que puder ser simplificado e deixar de fazer tudo o que não gerar valor.

3 – Implantar uma cultura de DevOps em sua equipe de forma a tornar a estrutura de TI mais ágil e pronta para fazer deployments com alta frequência.

Em paralelo a isso o CIO deve aproveitar este tempo para fortalecer seus relacionamentos com o conselho de administração e com os executivos de negócio de sua empresa entendendo seus desafios, como a tecnologia impacta nas suas áreas e criando alianças que serão essenciais para o sucesso de qualquer processo de transformação.

Sem dar este primeiro passo de simplificação, a grande probabilidade é que qualquer processo de transformação digital acabe sendo engolido pelo monstro da complexidade relegando a TI a continuar apenas como um prestador de serviços internos.

Sua empresa acompanha as transformações digitais? Deixe o seu comentário!

Por: Vitor Conceição

Fonte: cio.com.br

eBook: O que é e o que esperar de um ERP

/images/stories/arroba_blog_1.pngBlog SISPRO Assine Gestão Empresarial