Gestão financeira: 5 erros comuns para você não cometer! | SISPRO
1449
post-template-default,single,single-post,postid-1449,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-5.7,vc_responsive
 
Blog

Gestão financeira: 5 erros comuns para você não cometer!

Gestão financeira: 5 erros comuns para você não cometer!

Garantir uma boa gestão financeira é essencial para garantir bons resultados e o sucesso do negócio. Porém, existem alguns deslizes bastante comuns que podem prejudicar a saúde financeira da empresa.

No artigo de hoje, resolvemos citar cinco erros que devem ser evitados a todo custo em uma gestão. Tente avaliar se essas práticas são comuns na sua empresa — se a resposta for positiva, não há tempo a perder!

1. Não fazer o registro adequado das operações

Todas as operações realizadas devem ser registradas rigorosamente, principalmente aquelas que envolvem saídas de pequenos valores — são nesses momentos em que o gestor pode acabar perdendo o controle a respeito do capital que é gasto.

Aliado a essa medida, é preciso controlar o giro dos estoques, as saídas de produtos a cada pedido de venda, as atividades de compras (em termos de novas aquisições), entre outras rotinas que envolvam questões financeiras.

Além de fornecer ao gestor uma visão bem assertiva de suas operações, essas informações ajudam a elaborar novos planejamentos e planos de ações que ajudem a alcançar resultados aprimorados.

2. Não saber o custo real dos produtos

Conhecer o custo real dos produtos da empresa é essencial para garantir uma formação de preço assertiva, levando em consideração a margem de lucro esperada. Por mais complexo que possa ser identificar todas as variáveis que compõem esse custo — valor de aquisição, impostos, custo de estoques, custo de frete, entre outras — esse processo é necessário para que a precificação seja adequada, evitando causar prejuízos com as vendas.

3. Deixar de acompanhar o estoque

A gestão de estoques é uma área operacional que, normalmente, fica sob a gestão da logística, ou da área de suprimentos, dependendo da gestão. Porém, suas ações afetam diretamente os resultados da gestão financeira em uma empresa. Faltas, excessos, perdas, furtos, avarias, desperdícios, obsolescências são alguns dos problemas que influenciam diretamente nos custos, na gestão do capital de giro e no faturamento da empresa, por exemplo.

Portanto, mesmo que não seja uma área com a qual você tenha relação direta, é importante acompanhar as rotinas de estoques e compras a fim de garantir que o capital de giro será empregado da melhor forma possível.

4. Fazer o fluxo de caixa de forma inadequada

O fluxo de caixa é uma das atividades mais essenciais para a gestão financeira. É ele que fornece informações a respeito de todas as movimentações de capital que são realizadas e ainda auxilia o gestor nas análises dos resultados, como, por exemplo, apontando com quais fornecedores se gasta mais, quais possuem melhores condições de pagamento, etc.

Esse controle permite compreender a origem das receitas e o destino do dinheiro usado para pagamentos, além de fornecer dados importantes para tomadas de novas decisões.

5. Envolver as contas pessoais com as contas das empresas

Esse é um dos erros mais comuns e, ao mesmo tempo, mais graves, que podem ser cometidos em uma gestão financeira. Muitos empreendedores acreditam que podem realizar o pagamento de contas pessoais utilizando as finanças da empresa. Porém, em médio e longo prazos, essa prática pode causar sérios danos à saúde financeira e, inclusive, contribuir para o fracasso do negócio. É necessário estipular um valor fixo de pró-labore e respeitá-lo.

Os erros citados são apenas alguns dos que são cometidos em uma gestão financeira. Cabe a cada gestor avaliar suas atividades, identificar oportunidades de melhorias e implementar ações eficazes que garantirão bons resultados.

Agora, aproveite os comentários e nos conte: algum desses erros já foi cometido em sua empresa? Ficou claro como eles podem prejudicar o seu negócio? Não deixe de compartilhar suas opiniões conosco. Participe!

Blog SISPRO Assine Gestão Empresarial