Empresas não devem deixar para a última hora a adequação ao IFRS | SISPRO
1152
post-template-default,single,single-post,postid-1152,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-5.7,vc_responsive
 
Blog

Empresas não devem deixar para a última hora a adequação ao IFRS

Recentemente publicamos em nossa seção Notícias uma matéria em que o coordenador da consultoria da SISPRO alerta as empresas a não deixarem a adequação às novas normas contáveis para a última hora, como é de costume no Brasil.
Nesta matéria ele comenta que as empresas não devem perder tempo e necessitam estar atentas aos prazos. É comum deixar as coisas importantes para a última hora, mas nem sempre isso dá certo.

Diante desse cenário de transição de modelos, vê-se que é necessária uma atenção especial quanto aos prazos para reestruturar as áreas de Gestão Contábil e Patrimonial, pois esses setores estão envolvidos de forma integral às mudanças exigidas pelo IFRS.

Observa-se que ainda há muitas empresas que até o momento não iniciaram os trabalhos de adequação e que falta pouco tempo para que comece a prática exigida do novo formato de gestão.

Segundo Haroldo Levy, que integra o Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC) em uma reportagem exclusiva ao jornal Valor Econômico, “os gestores imaginam que os auditores irão dizer a ele o que fazer, quando na verdade é a administração das companhias que terá que tomar as decisões”. Essa declaração chama a atenção ao despreparo de alguns executivos de empresas obrigadas, que ao invés de estarem com o processo pré-pronto, estão ainda pensando em como fazer.

Blog SISPRO Assine Gestão Empresarial