Como investir na experiência do usuário? | SISPRO
7838
post-template-default,single,single-post,postid-7838,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-5.7,vc_responsive
 
Blog

Como investir na experiência do usuário?

Experiência do Usuário SISPRO Blog ERP

Empresas estão, atualmente, aplicando atenção especial à experiência do usuário, mas ao que tudo indica, estão colocando esforços mais no cliente externo do que no interno. É o que mostra nova pesquisa da consultoria IDC.

O levantamento reconhece que a experiência do cliente tem sido a iniciativa mais visível e importante. Segundo o estudo, 81% dos entrevistados usam pesquisas de satisfação de clientes para medir a experiência do cliente em suas empresas. No entanto, muitas organizações estão diante do claro desafio de obter interações valiosas versus contar com a tecnologia adequada para fazer a gestão dessas interações.

E quando se trata de funcionários, 69,4% das empresas não medem suas experiências. Essas “experiências” podem incorporar processos de negócios prescritos, estratégia corporativa, impactos nos negócios e desafios percebidos. Há uma desconexão entre experiência dos clientes e dos funcionários. As empresas precisam promover um balanço entre as interações externas e internas.

Treinamento e contratação são fundamentais para entregar excelentes experiências em toda a cadeia: clientes, funcionários, parceiros e fornecedores. No entanto, é um desafio contínuo para muitas organizações. À medida que a natureza das mudanças de trabalho e dos processos de negócio torna-se mais ad hoc, treinamento de funcionários e geração de interações mais inteligentes em diferentes canais, são itens mais complexos, contudo essenciais.

Na visão de Vanessa Thompson, diretora de pesquisa da Enterprise Networks Sociais e Tecnologias Colaborativas da IDC, a pressão para entregar diferenciação como vantagem competitiva é um fator crítico para a mudança da natureza experiências entre clientes, parceiros e fornecedores.

Por isso, segundo ela, a capacidade de conectar a experiência do cliente e as redes de negócios de forma holística da transformação digital e social está no epicentro da diferenciação e pode ser batizado de modernização empresarial.

Sua empresa já possui uma estratégia voltada para a experiência do usuário? Comente sua experiência!

Fonte: itforum365.com.brBlog SISPRO Assine Gestão Empresarial