Como implementar um sistema ERP industrial com sucesso
16837
post-template-default,single,single-post,postid-16837,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-5.7,vc_responsive
 
Blog

Como implementar um sistema ERP industrial com sucesso

Se você acompanha nosso blog, certamente já deve conhecer a importância de escolher um ERP industrial para a sua empresa. No entanto, é fundamental estudar a atual situação da empresa, a fim de escolher o melhor sistema ERP industrial.

Um dos maiores erros na hora de escolher o ERP é tratar esse sistema apenas como um produto. Conhece aquela “compra de prateleira”? Então, assumir que a aquisição e implementação de um sistema desses é simplória dessa forma, é um erro.

É vital entender as necessidades da empresa e acima de tudo, o que é necessário para que os processos industriais sejam otimizados. Dessa maneira, a gestão alcança um patamar onde visualiza cada operação realizada.

Nesse conteúdo traremos um pouco mais de informações sobre como sua empresa deve se preparar para implementar um sistema ERP industrial. Acompanhe!

Sistema ERP industrial: 2 passos fundamentais para implementar

sistema ERP industrial

É importante ressaltar que o passo a passo que mostraremos pode não ser o mesmo para todas as empresas. Vamos abordar um cenário onde a indústria esteja “crua” e necessite de todo o preparo, confira!

1 – A indústria precisa estar preparada adequadamente

Em um primeiro momento é fundamental tomar algumas medidas logo após optar por um sistema ERP industrial. Em outras palavras, esse é o momento de preparar o terreno para acomodar o novo sistema.

Podemos assumir alguns pontos principais nessa etapa: conhecer seus processos; inteirar-se sobre a empresa que oferece o software de gestão; preparar toda a equipe. Vamos por partes!

Tenha todos os processos da sua indústria mapeados

Como passo inicial, mapear os processos atuais é imprescindível para ampliar as chances de sucesso da implementação. A integração desse sistema é realizada pela equipe que oferece o sistema e esses profissionais precisam de conhecimento.

Precisam saber exatamente como funciona sua empresa para que assim seja possível elaborar o melhor caminho a seguir. Portanto, é necessário oferecer uma visão detalhada das características dos processos e procurar não deixar nada de fora.

Muitas empresas acabam pecando na implementação do sistema ERP industrial, pelo simples fato de deixar informações valiosas de fora. Compreenda que quanto mais conhecimento acerca das operações atuais, maiores as chances de o ERP para indústria ser eficaz.

Capacite sua equipe e conheça seu parceiro

Se até agora não ficou claro vamos ser contundentes! Quando uma empresa cogita implementar um sistema integrado de gestão, ela acaba unindo diferentes setores da empresa e isso inclui também os colaboradores de todos os níveis.

Sendo assim, para que o planejamento seja posto em ação com sucesso, é recomendado apontar alguns responsáveis para acompanhar o projeto. Além de ampliar a eficácia a gestão economiza com a redução das horas aplicadas à implementação.

Via de regra, quem efetua a integração é uma equipe profissional e especializada. Em suma, procure conhecer os métodos utilizados e a expertise da empresa, pois é fator relevante determinar como o analista verá seu negócio.

2 – Selecionar os módulos do ERP a partir das demandas

Aqui vale a ressalva que nem todo planejamento e implementação de um sistema ERP industrial é o mesmo para todas as indústrias. Por outro lado, essa diferenciação pode ser amenizada por um benefício oferecido pelo sistema.

É possível, portanto, implementar módulos individuais que atendem demandas e necessidades específicas. Vamos supor que o setor de vendas esteja apresentando divergências se comparado aos números da produção. Nesse cenário é possível aplicar um módulo individual que atenda especificamente esse aspecto.

Desse modo, a gestão é capaz de customizar o ERP possibilitando assim, a elaboração de um roteiro a ser seguido. Com a viabilidade de adquirir módulos individuais a empresa traz para seu planejamento industrial e empresarial, diferentes recursos quando houver necessidade.

Veja logo a seguir um exemplo básico de implementação, assumindo que a indústria necessite do pacote completo, acompanhe!

1ª Etapa – Definição dos objetivos e conhecimento aprofundado

O primeiro passo envolve a definição do objetivo principal almejado com aquela integração, bem como estipular prioridades.

Por meio de KPI’s (Key Performance Indicator) ou simplesmente, “indicador-chave de desempenho”, é possível adequar corretamente os processos e definir as atividades, a fim de uma compreensão ampliada da indústria.

2ª Etapa – Tenha total controle sobre seu estoque e organize sua produção

Nessa etapa, alguns pontos importantes são definidos quanto à produção industrial. Antes de mais nada realize o devido cadastramento de informações básicas como: fornecedores; produtos; clientes.

Para efetivar o controle sobre a produção são implementados módulos condizentes com o estado atual da indústria.

Por meio de um módulo específico é possível elaborar listas que organizam sua indústria, pois administram materiais relacionados aos produtos semiacabados e acabados.

Para “arrumar” a sua produção é recomendado a integração do módulo de produção. Através dessa ferramenta a gestão consegue criar e gerir ordens de produção com facilidade e eficiência.

Outro fator de extrema relevância é o módulo que integra os setores de compras e vendas com o setor de estoque. Isso cria um fluxo aprimorado de dados, pois ambos os setores se comunicam melhor e tendem a se completarem.

3ª Etapa – Fiscalize seus custos e organize o setor de estoque

Chegou o momento de fiscalizar aspectos importantes que inferem no avanço e controle da produção da sua indústria. Ao utilizar o sistema ERP industrial a empresa consegue administrar os custos relacionados às operações e processos e ainda equilibrar o estoque.

Além disso, se torna mais simples definir os valores intrínsecos a sua indústria, pois com o módulo de custos, a gestão passa a definir custos diretos e indiretos à produção, bem como o montante despendido em mão de obra.

Informações imprescindíveis para determinar a taxa de desperdício, valorização correta dos produtos e tomada de decisão assertiva.

4ª Etapa – Aprimore a taxa de produtividade ao cumprir prazos estipulados

Não existe fórmula mágica e se faz é necessário tomar as rédeas da sua produção para que alcance inúmeros benefícios. Seja para entregar os pedidos e produtos no tempo estipulado ou aprimorar a taxa de produtividade.

O sistema ERP industrial permite que a gestão desenvolva uma programação de produção adequada às demandas e recursos, mas também realizar todos os apontamentos relacionados ao chão de fábrica.

Nesse ponto da jornada já é provável que esteja observando algumas alterações positivas como ganho de produção, redução de custos operacionais e de desperdício e rentabilidade elevada.

Veja uma dica válida

Assim como já abordamos em um conteúdo específico sobre ERP customizável, é importante salientar que alguns ERP’s não possuem o que sua indústria precisa. Em outras palavras, economizar com um sistema genérico pode solucionar superficialmente seus problemas.

No entanto, para atender as demandas da sua indústria é mais do que recomendado implementar uma solução completa. Para tanto existem opções como a customização, que agrega apenas os módulos que seu negócio precisa.

Vai desenvolver sua própria solução? Isso mesmo! Existem empresas que desenvolvem suas próprias soluções, mas saiba e esteja preparado para despender grandes investimentos, mão de obra qualificada e um retorno inseguro.

Busque sempre pela solução oferecida por uma empresa referência

Compreender todas funcionalidades, aplicação e integração de um ERP para indústria pode não ser tarefa fácil. Sem o auxílio de uma empresa que entende de sistema integrado de gestão, fica ainda mais complicado absorver os benefícios.

Portanto, em face da complexidade que o sistema ERP industrial apresenta, nada melhor do que ter ao seu lado uma equipe pronta e preparada para atender suas demandas e necessidades de forma concisa e profissional.

Se você está com problemas em sua indústria, saiba que o ERP industrial é sua melhor saída!