A importância dos relatórios para a gestão eficiente das empresas | SISPRO
7952
post-template-default,single,single-post,postid-7952,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-5.7,vc_responsive
 
Blog

A importância dos relatórios para a gestão eficiente das empresas

O dia a dia das empresas é repleto de números por todos os lados. O que foi comprado, as vendas, os pagamentos, enfim, são muitos números que vistos isoladamente talvez não nos digam muita coisa, mas se associados a outros números e organizados em relatórios podem ser essenciais para conhecer melhor a empresa e planejar os próximos passos.

Seguem alguns dos principais relatórios de gestão financeira que todo o empreendedor deve conhecer e analisar regularmente:

– Relatório de Faturamento: permite analisar quanto a empresa fatura por mês. É essencial para que o gestor possa identificar quais os períodos onde há um aumento ou queda nas vendas.

– Relatório da curva ABC: classifica os produtos mais vendidos e/ou clientes mais representativos da empresa. É fundamental para tomar decisões como reduzir o portfólio de produtos da empresa ou criar ações de incentivo para clientes, por exemplo.

– Controle de fluxo de caixa: mostra em detalhes todos os lançamentos financeiros, de entradas e saídas. O mais importante desse relatório é criar uma rotina para lançamento das informações, seja diária ou semanal, ou no caso da existência de um Sistema de gestão – automática. Esse relatório precisa estar sempre atualizado, pois traz uma informação muito simples e essencial para a empresa: quanto há de dinheiro sobrando ou faltando.

– Contas a pagar e a receber: exibe todos os títulos que a empresa tem para pagamento e também recebimento em um determinado período. Sozinho, esse relatório lembra de cobranças e pagamentos que precisam ser feitos. Quando associado ao relatório de fluxo de caixa, o Contas a pagar e receber dá ao empresário uma visão geral da saúde financeira da empresa, permite saber o que pode ser investido e quanto deve ser economizado, até a longo prazo.

– Controle por categoria financeira/centro de custos: detalha os gastos da empresa por categorias ou centro de custos. É usado para identificar onde o dinheiro está sendo aplicado e se há possibilidade de melhorar a utilização do caixa da empresa, distribuindo melhor os investimentos ou eliminando gastos em categorias de baixa importância.

A rotina acelerada das pequenas empresas e a dificuldade do empresário em organizar essas informações e analisar os relatórios mostra a importância da utilização de um Sistema de gestão empresarial para ter em mãos informações essenciais para o negócio, sem demora e sem complicações.

Sua empresa possui um sistema de gestão eficaz na geração de relatórios? Deixe seu comentário!

Por: Karine Gresser

Fonte: administradores.com.br

Blog SISPRO Assine Gestão Empresarial