10 habilidades de TI que serão tendência para 2016 | SISPRO
1916
post-template-default,single,single-post,postid-1916,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-5.7,vc_responsive
 
Blog

10 habilidades de TI que serão tendência para 2016

É um grande momento para estar no mercado de TI. Há muita oportunidade lá fora. Não é de hoje que companhias mundiais se queixam da falta de profissionais qualificados para contratação. A guerra por talentos está ressurgindo e os empregadores estão percebendo que uma força de trabalho de alto desempenho é ponto-chave para ter vantagem competitiva.

Confira as 10 habilidades mais demandadas em 2016, segundo as previsões de algumas consultorias americanas.

UI/Designers/Desenvolvedores de UX

Os consumidores desejam ter uma experiência de usuário rápida, transparente e indolor, ao usarem software corporativo, jogos e ferramentas de e-commerce. Profissionais de UX e UI estarão em alta, por terem a missão de ajudar os desenvolvedores a tornarem as interfaces de software as mais intuitivas possível, diz Anthony Gilbert, recrutador da consultoria Mondo.

Desenvolvedores Web

Claro, uma linda interface de usuário não faz sentido sem um software robusto por trás dela. Os desenvolvedores Web (especialmente os especialistas em linguagens como Java, JavaScript, PHP e Python) também serão altamente demandados em 2016 para garantir que o software de infraestrutura seja seguro e estável para os usuários, diz Robert Dickey, da consultoria Randstad Technologies.

“Os desenvolvedores de software são o segundo profissional mais requisitado pelos clientes que que precisam continuar inovando suas aplicações baseadas na Web”, diz Dickey.

Engenheiros de rede

A rede é a base sobre a qual todas muitas tecnologias e habilidades são construídas. Profissionais de redes continuarão a ser muito procurados em 2016 para que os negócios digitais continuem a prosperar, crescer, diz Gilbert, da Mondo.

“As empresas não podem se dar ao luxo de ter sistemas de backend lentos, complicados, que comprometam as ofertas de conteúdo interativo e de vídeo, principalmente “, completa.

Segurança / Segurança Cibernética

De acordo com um relatório recente da Information Systems Audit Control Association e (ISACA), 86 por cento dos 3.436 profissionais de negócios que responderam à pesquisa acreditam que há escassez de profissionais de segurança cibernética.

Essa escassez, junto com o aumento das ocorrências de falhas de segurança, como as da Target e da Sony, entre outros, despertaram nas empresas a urgência para a contratação de talentos na área de segurança, observa Mateo Bueno, da Upwork. “Estamos vendo um aumento na contratação de profissionais com experiência em testes de vulnerabilidade e de hackers, para tentar violar os sistemas das empresas com o objetivo de melhorar suas defesas”, diz ele.

Desenvolvedores móveis

Os dispositivos móveis já ultrapassaram os desktops como plataforma digital mais utilizada Ainda há um grande mercado para desenvolvedores de aplicativos móveis. E também por profissionais de desenvolvimento cross-platform, segundo a equipe da Upwork.

A maior procura é por desenvolvedores que dominem MEAN Stack (MongoDB, Express, AngularJS e Node.js).

Analistas de negócios

Os analistas de negócios desempenharão um papel importante em 2016, nas empresas com dificuldades em fazer com que os departamento de TI e os executivos das áreas de negócio trabalhem juntos em projetos que enderecem as necessidades de negócios e e as metas estratégicas,afirma Gilbert, da Mondo.

“As empresas vão precisar de alguém que fale a língua dos negócios e da TI, e seja capaz de traduzir os requisitos de negócios para a equipe de TI”, explica Gilbert.

Gerentes de projeto de TI

Atualmente, o gestor de projetos é uma das habilidades mais requisitadas entre líderes de TI, ocupando a terceira posição no ranking dos profissionais em alta em 2016, elaborado pela COMPUTERWORLD.

Os recrutadores valorizam, sobretudo, a disposição em trabalhar duro e as capacidades de comunicação, colaboração e liderança – às vezes mais do que habilidades meramente técnicas.

Arquitetos de nuvem / integração

Com a mudança contínua em direção à nuvem pública e a adoção crescente de nuvem híbrida, os profissionais de TI especializados em criar, integrar e implantar serviços de Cloud Computing permanecerão muito demandados em 2016.

“Muitos de nossos clientes estão olhando para a adoção de soluções na nuvem, e querem ter certeza que a migração será feita corretamente, comandada por profissionais experientes”, diz Dickey.

Cientistas de dados

Com as oportunidades de explorar o Big Data aumentando, executivos voltam-se para um desafio igualmente crescente: achar profissionaisespecializados em capturar, armazenar, gerenciar e analisar grandes volumes de dados não estruturados em tempo real e transformá-los em combustível para os negócios.

O cientista de dados tem de saber programação, ser capaz de criar modelos estatístico e ter o conhecimento e domínio apropriado de negócios. Precisa também compreender as diferentes plataformas de Big Data e como elas funcionam.

CMS

Quem trabalha com produção de conteúdo sabe da importância de um bom Sistema de Gerenciamento de Conteúdo. Muitas empresas optam por personalizar sites em WordPress e Drupal, diz Bueno.

“Até agora, estávamos assistindo a competição entre o WordPress e o Drupal, mas parece WordPress deixou de ser a plataforma dominante.

Isso significa que a demanda por desenvolvedores com competências para personalização e integração de plataformas vai aumentar”, diz ele, especialmente como as empresas olham para integrar sites WordPress com o WooCommerce, kit de ferramentas de comércio eletrônico da plataforma.

“Mesmo com soluções turnkey como WooCommerce, as empresas estão procurando, uma integração mais técnica, mais complexas, que façam uso de APIs específicas de terceiros”, completa.

Qual o planejamento da sua empresa para TI em 2016? Deixe o seu comentário!

Fonte: cio.com.br

eBook: O que é e o que esperar de um ERP