Motivação no trabalho: por que pessoas engajadas produzem melhor? | SISPRO
1611
post-template-default,single,single-post,postid-1611,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-5.7,vc_responsive
 
Blog

Motivação no trabalho: por que pessoas engajadas produzem melhor?

Empreendimentos enfrentam desafios constantes, principalmente no que tange a alta competitividade e a necessidade de reter bons talentos. Estes são fatores necessários para desenvolver diferenciais no mercado. Portanto, as equipes devem estar cada vez mais motivadas e envolvidas com os projetos, garantindo bons resultados para a organização como um todo e para elas também.

Nesse cenário, o papel da motivação no trabalho ganha destaque. Somente colaboradores que estejam alinhados aos objetivos da empresa e empenhados em oferecer seu melhor corresponderão às expectativas e atenderão às crescentes exigências do mundo de negócios.

Agora, abordaremos a importância desse estímulo para que os setores sejam mais produtivos e haja colaboração efetiva entre os times. Assim, empregador e empregados caminham juntos rumo ao crescimento.

Veja a seguir como os líderes podem manter equipes sendo campeãs.

Engajamento e boa comunicação criam um ambiente vencedor

Colaboradores engajados, que vistam a camisa da empresa e estejam alinhados aos objetivos, missão, visão e valores do negócio, agirão em sincronia e com base nos mesmos princípios e ideais. Um ambiente com essa atmosfera potencializa o trabalho em conjunto e reduz ruídos na comunicação.

O resultado será maior qualidade e sucesso nos projetos, menor índice de problemas, fluidez nas etapas dos serviços, trocas intersetoriais e redução de falhas e desperdícios.

Funcionários estimulados otimizam o tempo

Empregados que estejam comprometidos com a marca e com os desafios propostos tendem a gastar menos tempo com atividades paralelas. Ocupações não pertinentes ao expediente possivelmente roubam muitas horas semanais da produtividade.

Consequentemente, o tempo melhor utilizado “dura mais”. Ou seja, o rendimento cresce em qualidade e também em quantidade no mesmo número de horas.

Gestão de RH que sabe gerir competências destaca valores

Outro ponto muito importante no papel dos líderes é a valorização de bons profissionais.

A motivação no trabalho não limita-se a extrair dos funcionários o melhor com boas diretrizes e regras institucionais. Os talentos devem ser identificados e valorizados, pois geram ainda mais resultados quando sentem que isso ocorre.

Para auxiliar nesse gerenciamento, existem softwares de recursos humanos que acompanham a rotina e disponibilizam relatórios de desempenho. Ajudam na identificação de onde estão os potenciais e as dificuldades e promovem melhores condições para diminuir a rotatividade e aprimorar o que dá certo, evitando a perda de talentos.

Líderes que encaminham levam todos mais longe

Um gestor não tem a missão apenas de ser um comandante, mas sim um agente participativo de direcionamento. Deve conseguir despertar nos colaboradores não somente a urgência de atender a determinados chamados, mas também o desejo de serem proativos e trabalharem em prol do crescimento e da melhoria constante dos processos.

E nunca deve esquecer de passar conhecimento, andar junto aos subordinados e mostrar que todos são parte de um mesmo quadro.

Críticas bem feitas agem em favor do todo

Um grande erro de superiores, em todos os ramos, é xingar pessoas de cargos inferiores quando algo sai errado. Além de ser uma falta de respeito, a crítica destrutiva gera desmotivação e afeta o relacionamento profissional. Pior ainda se for feita publicamente.

Equívocos devem ser apontados, em todos os setores e hierarquias. Mas deve prevalecer o respeito e a particularidade na conversa. E a crítica precisa ser construtiva, demonstrando que pontos positivos são majoritários e o desejo apenas é de aperfeiçoamento para o bem de empreendimento e colaborador.

Oportunidades e reconhecimento cativam bons profissionais

Quando um funcionário qualificado sente que é valorizado e tem sua capacidade reconhecida pela empresa, é incentivado a trabalhar para ela. Estímulos são excelentes formas que as organizações têm de promover motivação no trabalho e captar talentos.

Pessoas mais capacitadas podem ser destacadas a liderar, receber responsabilidades desejadas e serem promovidos – crescimento na carreira por merecimento. Elogios e prêmios também sempre são bons reconhecimentos. E, principalmente, quem produz mais e melhor deve ter salário maior.

Mais profundamente, planejamento de carreira e ajudas de custo em cursos ou eventos de aperfeiçoamento somam valorização e consolidação de vínculo com o empregado.

Compartilhe conosco quais dos pontos acima você usa como base para motivar sua equipe e extrair resultados. E se tiver algum a acrescentar, fique à vontade.

Sua empresa possui estratégias de motivação ? Deixe seu comentário!

Fonte: Sispro

eBook: O que é e o que esperar de um ERP