5 erros comuns durante o planejamento financeiro empresarial. | SISPRO
8788
post-template-default,single,single-post,postid-8788,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-5.7,vc_responsive
 
Blog

5 erros comuns durante o planejamento financeiro empresarial.

O controle financeiro da sua empresa é imprescindível para alcançar uma boa gestão e garantir o lucro merecido pelo trabalho desempenhado. No entanto, a falta de planejamento financeiro pode acarretar em prejuízos para o seu negócio e muita dor de cabeça.

Pensando nisso, no post de hoje, listamos os cinco erros de planejamento financeiro mais recorrentes. Continue a leitura, verifique quais estão presentes na sua empresa, descubra seus perigos e implemente estratégias para eliminá-los! Vamos lá?

1. Não realizar o controle do fluxo de caixa

Quando o administrador comete erros no controle de caixa, abre espaço para confusão e dúvidas na hora de fechar o balanço do mês. Desse modo, a organização do fluxo de caixa da empresa é fundamental para estabelecer o controle do planejamento financeiro.

Para saber se uma empresa está lucrando ou dando prejuízo, é preciso ter confiança nos valores que entram e saem do caixa. Assim, todos os gastos, lucros e a renda como um todo devem ser registrados detalhadamente, todos os dias. Somente desse modo será possível implementar correções nos setores defasados e identificar os pontos positivos na administração financeira da sua empresa.

2. Misturar a conta pessoal com a da empresa

Você sabia que um dos erros mais cometidos por empresários é confundir as contas da empresa com as pessoais? Essa prática desastrosa pode gerar grandes problemas no futuro! Afinal, para que sua empresa seja rentável, ela deve ser autossustentável.

Quando um proprietário retira grande parte do lucro ou repõe os déficits do próprio bolso, cria um ciclo vicioso e não percebe se seu negócio está evoluindo. O lucro da empresa não deve ser confundido com o lucro do proprietário, pois a empresa precisa ter uma reserva para emergências, pagamento de funcionários e outras finalidades.

Portanto, é interessante definir um salário para cada sócio, adequado às funções que cada um exerce na empresa. O valor recebido deve ser justo e de acordo com o salário que alguém contratado para a mesma função receberia. Desse modo, o lucro obtido será reinvestido no seu negócio.

3. Deixar de considerar os riscos

Qualquer tipo de serviço prestado está sujeito às oscilações do mercado. Desse modo, é importante considerar os riscos que sua empresa pode enfrentar, a fim de evitar prejuízos e até mesmo a falência. Como imprevistos podem acontecer a qualquer hora, esteja atento às necessidades do mercado e não deixe de ter uma reserva para emergências.

4. Não investir em tecnologia

A tecnologia é, sem dúvida, uma grande aliada para tornar o cotidiano financeiro da sua empresa mais prático e simples. Nesse sentido, é importante investir em softwares atuais e abandonar as antigas planilhas. Processos manuais estão mais susceptíveis a erros, comprometendo a análise e a produtividade do planejamento.

Atualmente, o mercado disponibiliza inúmeros mecanismos eficientes que permitem ao empreendedor lançar os gastos diários e todos os dados referentes ao negócio. O SISPRO ERP Cloud, por exemplo, é uma plataforma interessante para simplificar a gestão da sua empresa. Além disso, a maioria dos programas emite gráficos, relatórios e estatísticas para você acompanhar a evolução do negócio e otimizar os processos.

5. Não estabelecer metas

O problema de não possuir metas a serem alcançadas é que o administrador acaba atuando de acordo com o fluxo de trabalho, sem se dar conta se os resultados obtidos são satisfatórios ou não.

O ideal é que as metas constem no planejamento financeiro, de modo que, quando alcançadas, apresentem um lucro adequado às necessidades do seu negócio. Além disso, estabelecer metas também é interessante para estimular os funcionários e sócios da sua empresa.

E então, identificou algum erro de planejamento financeiro na sua empresa? Agora, você sabe como se livrar deles ou, então, como certificar-se de que eles não alcançarão seu negócio. Para continuar crescendo cada vez mais, curta nossa página no Facebook e acompanhe todo o nosso conteúdo!