GKN

Case GKN SISPRO ERP

GKN Brasil adota sistema de controle patrimonial SISPRO

A filial brasileira da GKN, fabricante de juntas homocinéticas e um dos mais importantes nomes no mercado automotivo mundial, adquiriu o sistema de Controle Patrimonial da SISPRO, com o objetivo de agilizar cálculos, produzir e gerenciar relatórios, além de facilitar o acesso a seus usuários. Com o sistema SISPRO Patrimônio, houve uma significativa redução no tempo de execução de alguns processos de até 70%.

“Algumas projeções de cálculos, que eram feitas em cinco dias, hoje não levam mais do que um dia e meio”, destaca Ednilson Reis, diretor de Controladoria e Finanças da GKN do Brasil.

Segundo o executivo, além da agilidade com o sistema também foi possível viabilizar a extração de relatórios mais precisos, garantir a integridade de informações e disponibilizar o acesso para um número maior de usuários, em qualquer lugar, uma vez que o sistema é oferecido via WEB na modalidade ASP (Application Service Provider).

O projeto foi realizado em três etapas. A primeira delas envolveu a classificação de todos os bens ativos de acordo com os critérios adotados pela GKN no mundo todo. Em seguida, foram feitas customizações no sistema da SISPRO, para receber as novas classificações e critérios.

Por último, a realização de uma bateria de testes. “Ficamos bastante satisfeitos com os resultados obtidos e com a rapidez de todo o processo – incluindo as adequações posteriores, todo o projeto foi concluído em apenas dois meses”, explica Reis.

Com o sistema de controle patrimonial, além da agilidade nos processos, a GKN Brasil também foi capaz de reduzir o tempo necessário empregado no processo mensal de aquisições e no cálculo mensal de depreciação. “Outro ponto importante”, destaca o executivo, “é que, por sermos uma empresa multinacional, precisávamos de uma solução que atendesse às legislações nacionais e internacionais”.

Para Lourival Guimarães Vieira, diretor de Marketing e Vendas da SISPRO, o segmento em que a empresa atua é estratégico para as companhias – áreas administrativa e financeira – que deve ser o suporte para o aumento da sua competitividade. “Empresas como a GKN, que possuem um número considerável de itens em seu ativo fixo, precisam de um controle rígido para atenderem às demandas no mercado e não apenas sobreviver, mas também ser capaz de gerenciar com eficiência seu negócio”, complementa.

Sobre a GKN Driveline no Brasil – As atividades da GKN Driveline iniciaram em 1974 com a formação de uma joint venture para fornecer semi-eixo homocinético para o Volkswagen Passat. Hoje a GKN Driveline atende a todas as grandes montadoras do país com uma expressiva parcela de participação no mercado nacional.

Além da fábrica de Porto Alegre (RS), conta com uma unidade em Charqueadas (RS) que fornece matéria prima básica para a produção de juntas homocinéticas. No Brasil, a GKN Driveline conta com cerca de 1400 colaboradores motivados a participar nos negócios com o espírito empreendedor que encoraja o indivíduo a realmente fazer a diferença.