Blog

O Varejo do futuro: mudanças no presente

Varejo do futuro

Como será o varejo do futuro? Esse é o tipo de previsão que não precisa de nenhuma bola de cristal, afinal a resposta está no presente: no avanço tecnológico que já gera mudanças significativas no mercado de varejo. A tecnologia se desenvolveu e influenciou todos os diferentes segmentos do mercado.

No varejo, o avanço tecnológico revelou uma nova forma de enxergar o comprador e a sua experiência de compra.

Aplicativos, softwares, aparelhos móveis, entre outras ferramentas, criaram um universo que já pode ser considerado o “varejo do futuro”. Embora exista o uso de tecnologia, o foco é totalmente humano: a satisfação do comprador diante da compra.

A tecnologia não pode atrapalhar a humanização do processo, essencial para melhorar a experiência do cliente, seja ela emocional ou econômica.

Além disso, a tecnologia proporcionou um aumento significativo no rendimento e produtividade das lojas. A melhoria não ficou apenas no relacionamento entre comprador e varejo, mas otimizou a integração das equipes e gerência, entre outros processos como entregas e vitrinismo.

Quais tecnologias estão revolucionando o varejo?

O varejo do futuro, com certeza, é o varejo do momento. Algumas tecnologias já estão revolucionando esse mercado e sendo exploradas pelas grandes empresas. Veja:

Beacons

Beacons são dispositivos com conexão via bluetooth para aparelhos móveis. Eles funcionam emitindo sinais que geram uma ação em um aplicativo. Sendo assim, ao usar beacons em um ponto de venda (PDV), o varejista consegue enviar para o celular do comprador promoções totalmente personalizadas, com bases na própria experiência daquela pessoa no PDV.

RFID

Em português, RFID significa tecnologia de identificação por radiofrequência. RFID é, na verdade, uma etiqueta que emite esses sinais por radiofrequência, sendo capaz de reconhecer produtos e gerar melhorias no processo de trabalho do PDV, como reposição de peças, mais precisão no estoque, e mais vendas. O PDV terá informações sobre as peças lidas no caixa, por exemplo, podendo ter uma panorâma da empresa e das vendas. Embora não seja o foco, a tecnologia é usada até como estratégia antifurto.

NFC

NFC significa Near Field Communication, ou em português: Comunicação por Campo de Proximidade. Como o próprio nome sugere, é uma ferramenta tecnológica de comunicação sem fio, mas com a proximidade de dispositivos, como celulares, tablets, crachás, cartões, etc. Para o mercado de varejo, a tecnologia pode melhorar a experiência do comprador no PDV, como, por exemplo, pagando o estacionamento pelo celular (com o uso de um aplicativo e a função NFC). Essa ferramenta pode ser adaptada de acordo com a necessidade de cada PDV do varejo do futuro.

Business Intelligence

BI é, basicamente, a metodologia utilizada como base nas ferramentas disponíveis no mercado para o varejo. BI é uma forma de coletar informações, criar bancos de dados, gerar análises e relatórios e, por consequência, otimizar processos a partir do histórico de informações armazenadas.

Integração com ERP

Software de integração de dados e informações sobre uma empresa. Essa ferramenta é fundamental para a gestão de processos e CRM no varejo.  A Integração com ERP  proporciona ao varejista uma nova experiência na administração de seu negócio, otimizando bancos de dados, informações financeiras e até mesmo informações sobre o comprador.

 

 

 



Cadastre-se na Newsletter: