Blog

O emissor gratuito da NF-e sob nova gestão

erp preditivo

Desde julho de 2017, o emissor gratuito da Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) está sob a gestão do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas).

No início do projeto da Nota Fiscal Eletrônica, para viabilizar a emissão da NF-e para empresas que não tinham condições de atualizar seu ambiente de informática com a tecnologia necessária, o portal da Nota Fiscal Eletrônica disponibilizou um emissor gratuito.

A Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo (Sefaz SP) ficou responsável, em âmbito nacional, pelo desenvolvimento e manutenção desta ferramenta e posteriormente pelo emissor gratuito do Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e).

No decorrer dos anos, as regras para emissão de Nota Fiscal Eletrônica sofreram mudanças de aprimoramento tecnológico e alterações para acompanhar a evolução da legislação. Durante estes anos o SEFAZ SP sempre manteve os emissores gratuitos atualizados e disponíveis para as empresas.

Em 2016, a Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo observou que a maioria das empresas já emitiam Notas Fiscais Eletrônicas a partir de sistemas próprios e que apenas um pequeno número de empresas ainda utilizava o emissor gratuito. Cerca de 93,3% das Notas fiscais Eletrônicas processadas são emitidas por sistemas próprios das organizações.

Com este cenário, o SEFAZ/SP resolveu descontinuar o emissor a partir de 2017 e colocou um aviso, desde abril de 2016, alertando as empresas desta resolução, para que buscassem uma solução própria.

Novo “dono” do emissor gratuito

Para atender o pequeno grupo de contribuintes que ainda utilizam este emissor, a SEFAZ/SP fez acordo com o Sebrae para que este continue a tarefa de atualizar o emissor gratuito com as novas alterações publicada no portal da NF-e. Assim, a Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo transferiu a solução gratuita que tinha para o Sebrae que passou a disponibilizar o emissor gratuito no seu site: Emissores NF-e e CT-e.

Além do Sebrae, a SEFAZ/SP transferiu o emissor gratuito para a Secretaria da Fazenda do Maranhão, que também oferecerá ferramenta para emissão gratuita da Nota Fiscal Eletrônica.

Mas se o emissor gratuito vai ter continuidade porque a grande maioria das empresas optou por um sistema próprio? Porque os sistemas especialistas em NF-e oferecem serviços que o emissor gratuito não tem. Por exemplo, o emissor gratuito deve ser instalado pela empresa e os dados são inseridos manualmente.

SISFAZ: uma solução simples, rápida e econômica

A SISPRO sempre atenta para oferecer as melhores soluções aos seus clientes, desenvolveu uma ferramenta simples, intuitiva e completa para a emissão de NF-e: o SISFAZ.

O SISFAZ não necessita ser instalado na empresa. É executado através de browser e, portanto, pode ser acessado a qualquer momento e em qualquer local através de smartphone e tablets. Desenvolvido para facilitar e otimizar a tarefa de emissão de notas e aumentar a produtividade da equipe, as funcionalidades eliminam retrabalho e automatizam processos. É o caso dos cadastros de clientes e de produtos que possibilitam recuperar informações anteriores e da configuração de endereços eletrônicos que automatiza o envio de e-mail ao cliente, transportador e contador.

Para conhecer melhor o SISFAZ leia Benefícios e Diferenciais do SISFAZ ou peça uma demonstração direto no site SISF@Z SISPRO.

 



Cadastre-se na Newsletter: