Blog

Gestão de custos: alcance o sucesso com o ERP

como o ERP auxilia na gestão de custos

Qual empreendedor não sonha em reduzir seus gastos e ampliar as vendas, não é mesmo? Objetivo tangível e simples de ser definido, porém, complexo em sua execução, ainda mais quando a empresa não dispõe de uma gestão de custos efetiva.

Hoje, traremos uma perspectiva diferenciada, pois vamos relacionar de forma direta, como o ERP pode ajudar nessa empreitada. Uma parcela considerável dos empresários brasileiros já direciona as funcionalidades desse software na otimização das despesas da empresa.

Descubra ao longo desse conteúdo como é possível atingir o sucesso da gestão de custos, ao implementar as aplicações de um software de gestão integrada em sua empresa, acompanhe!

6 vantagens do ERP para maximizar a gestão de custos da empresa

Embora o ERP atue como uma engrenagem que une a empresa e estimula maior conhecimento acerca de suas demandas, é preciso cautela. Isso porque, cada empreendimento possui necessidades, objetivos e recursos únicos, ou seja, é fundamental considerar esses aspectos antes de definir um planejamento inicial.

1 – Simplificação no acesso às informações principais

A tomada de decisão atual é baseada num coletivo de informações fornecidas pelos processos da empresa. Portanto, podemos assumir estas informações como o Norte que deve guiar o planejamento e sua execução.

Logo, o ERP permite que a gestão tenha as informações de maneira rápida, segura e verdadeira. Essa transparência evita possíveis prejuízos, uma vez que o software pode ser integrado aos sistemas de fornecedores e clientes, por exemplo.

Esse fluxo evidenciado dos principais dados viabiliza análises mais precisas. Em outras palavras, o gestor passa a determinar gastos a serem cortados e investimentos a serem feitos, tudo realizado com segurança e certeza de ser a decisão mais coerente para aquele momento.

2 – Integração que promove melhores ações

Se tivéssemos que definir o ERP em uma única palavra ela seria centralização. Afinal, o software integra e alinha os setores do negócio, proporcionando à gestão de custos, a redução das despesas com implementação e administração de diferentes sistemas individualizados.

Para a gestão essa ação é a mais positiva possível, pois assegura que todos os processos partam do mesmo lugar.

3 – Relatórios precisos e transparentes

Como determinar o corte de custos e despesas de um setor, sem o conhecimento assertivo sobre seus aspectos? É praticamente impossível cogitar novos investimentos dessa forma.

Por outro lado, o ERP ameniza tal gargalo, pois elabora e transmite relatórios contundentes aos gestores. Por meio dessa análise é viável compreender a saúde de cada setor e tomar as decisões ajustadas a cada cenário.

Além de influenciar na gestão das despesas, o sistema dispõe de funcionalidades inteligentes que sinalizam possíveis janelas de oportunidades e potenciais riscos, tudo por meio de alertas automáticos.

4 – Automatiza os processos e revela indicadores cruciais

Um dos maiores problemas nas empresas é o retrabalho que, via de regra, é ocasionado por relatórios imprecisos e decisões mal tomadas. Contudo, ao automatizar os processos a gestão de custos é beneficiada, pois a automatização reduz os erros e gargalos.

Outro resultado da automação é a geração de indicadores relevantes. Indicadores que, quando analisados com afinco, indicam o melhor caminho para aumentar a produtividade, diminuir custos e otimizar a produtividade dos colaboradores.

Tais indicadores se estendem ao setor de recursos humanos do empreendimento. Aqui, os responsáveis se habilitam à adequação do RH à realidade enfrentada pela empresa, o que, certamente, garante menos recursos.

5 – Amplia a gestão de suprimentos

O setor que mais suga os recursos financeiros da empresa é o estoque. Quando não há uma gestão acerca de suas demandas, o gestor desconhece os níveis de produtos, insumos e matérias-primas, e isso propicia a falta de parâmetro à gestão de custos.

Logo, é fundamental promover a administração melhorada dos suprimentos e o ERP é certeiro para isso. Ele permite enxergar a necessidade da aquisição dos suprimentos, evita compras sem necessidade e amplia o aproveitamento dos insumos.

6 – Aperfeiçoamento do tempo desempenhado nas tarefas

Indiferente às vantagens apresentadas acima, esta última é o divisor de águas na gestão de custos. Aliás, é uma das fórmulas mais procuradas pelos empreendedores. Todos buscam otimizar o tempo de trabalho, pois eleva o nível de produtividade.

Níveis mais altos de eficiência transparecem menores gastos, uma vez que o investimento em novos colaboradores não é necessário. Esse benefício é proporcionado pela comodidade com que os profissionais se habituam aos novos parâmetros dos processos.

Quer ter a gestão de custos da sua empresa sob controle? Existem diversas formas de alavancar tal controle, seja na aquisição de um ERP completo, o qual garante todos os processos bem definidos ou na implementação de um módulo para a sua gestão financeira.

Seja qual for a sua escolha pode apostar, não tem como dar errado e, sem sombra de dúvidas, você irá otimizar suas despesas e custos!