Blog

Saiba o que é gestão fiscal

o que é gestão fiscal

A gestão fiscal é um aspecto comum a todas as empresas e deve ser levada a sério com um planejamento adequado. O direcionamento inicial irá definir o desempenho, ou seja, se essa gestão será executada de forma facilitada ou não.

Embora seja uma demanda presente no dia a dia de qualquer negócio, grande parte dos empreendedores ainda peca nessa gestão. Isso porque, é fundamental lidar com estes procedimentos como algo além de triviais burocracias e formalidades.

Compreenda em definitivo o que é gestão fiscal e descubra como essa questão pode se tornar um diferencial para a sua empresa. Veja como o caminho para o sucesso pode se tornar mais simples do que parece!

A gestão fiscal ainda causa confusão? Entenda o conceito!

A gestão fiscal pode ser definida de forma simples e fácil. Sendo assim, temos esse conceito como a junção de métodos administrativos que visam adequar de maneira completa o cumprimento das principais obrigações tributárias das empresas.

Estas obrigações consistem em basicamente duas modalidades: as obrigações acessórias e obrigações fundamentais.

As obrigações fundamentais compreendem o apuramento e quitação dos tributos exigidos como: taxas, impostos e contribuições, por exemplo. Já as obrigações acessórias visam atender as exigências do Fisco como: envio de relatórios, arquivos, diferentes declarações, informes e registros.

Certamente você já ouviu falar do eSocial, não é mesmo? Então, esse é um bom exemplo de obrigação acessória e que deve ser administrada pela gestão fiscal. Além desses vitais aspectos, a administração fiscal ainda trata das informações legais e financeiras do negócio.

Em outras palavras, tem a responsabilidade de manter atualizada e atendida a legislação atual. Quanto ao financeiro, é capaz de estimular a economia com a quitação adequada de impostos, claro, sempre de acordo com a viabilização imposta pela lei vigente.

Toda essa administração tributária e fiscal influencia diretamente em seus rendimentos, uma vez que proporciona a distribuição adequada de recursos e positiva a saúde do financeiro da empresa.

Como é possível fortalecer os processos fiscais

Existem diferentes práticas que aperfeiçoam os procedimentos fiscais, mas nosso foco e dica, fica a cargo da automação dos processos. Se você pretende ter uma gestão fiscal e tributária consistente e eficiente, automatizar é primordial.

Isso porque, a implementação de ferramentas e softwares irá proporcionar tempo hábil na execução das atividades. Além disso, a gestão consegue levantar mais dados precisos e transparentes que implicam na melhor tomada de decisão.

Para amadurecer a ideia do investimento na automação podemos apresentar 3 medidas cabíveis, são elas:

Integrar as funcionalidades da tecnologia de Cloud Computing

Essa primeira medida visa extinguir por completo o uso de planilhas e processos manuais. Por meio de um ambiente digital, ou seja, em nuvem, é possível viabilizar todos os documentos e obrigações, a fim de que os responsáveis acessem com mais facilidade.

Podemos definir que o acesso aos gestores, contadores e escriturários, otimiza de maneira eficiente o atendimento às novas obrigações fiscais. Mais especificamente quanto ao fisco, que recentemente, trouxe a modernização com plataformas e ambientes adequados para a transmissão das obrigações acessórias.

Implementação de um sistema ERP sofisticado

Um software de gerenciamento integrado moderno já utiliza as diretrizes e funcionalidades do ambiente online. Desse modo, o ERP na nuvem garante um fluxo otimizado das informações, a fim de atender com eficiência todas as obrigações.

Por meio da integração dos setores se torna viável gerar com assertividade os dados relacionados ao cumprimento tributário e fiscal.

Esperamos ter mostrado com clareza uma noção inicial sobre a gestão fiscal. O primeiro passo é entender o quão importante é realizar de forma planejada essa administração!