Blog

Passo a passo para ter um negócio escalável

passo-a-passo-para-ter-um-negócio-escalável

No momento em que começamos a falar sobre negócios, empresas, vendas e sucesso, é inevitável deixar o crescimento de fora. Isso porque, todas as empresas almejam essa condição de negócio e isso abre margem para desenvolver um negócio escalável.

Em um mercado constantemente em expansão a necessidade em procurar meios de se diferenciar, é evidente. Sendo assim, apresentar escalabilidade positiva, é essa diferenciação referida há pouco, mas também é uma forma de mensurar o sucesso.

Muitos definem um negócio escalável como sendo algo custoso de alcançar, ou seja, que pode envolver muitas variáveis e combinações de mercado. Mas não se preocupe, pois temos o objetivo de lhe direcionar nesse sentido, para que seja totalmente qualificado em tornar seu negócio em escalável.

Se interessou pela sugestão? Então conte com um passo a passo completo e especialmente criado para lhe posicionar nos trilhos de um negócio escalável. Confira as informações mais assertivas logo a seguir!

Não confunda escalabilidade com crescimento desenfreado

Diversos empreendedores abstêm-se do fato de que a escalabilidade envolve a implementação de processos otimizados e importantes. Em outras palavras, costumam confundir um crescimento desregrado com escalabilidade positiva.

Existe uma certeza absoluta para todos os tipos de negócios, nem sempre crescimento associa-se com escalabilidade. Portanto, se não houver planejamento, atenção e acima de tudo, desenvolvimento aliado à execução, pode estar colocando em risco seu negócio.

Como você determina que essa situação de crescimento bruto é favorável, quando não há estrutura que acompanha tudo isso? Em resumo, é necessário que a empresa cresça com um todo e de maneira que um processo sustente o outro e o nutra.

Em contrapartida, você aprende a seguir como determinar os princípios para implementar uma gestão baseada no crescimento, e por conseguinte, ser capaz de criar um negócio realmente escalável e próspero!

Quer ter um negócio escalável? Utilize esse passo a passo com 5 dicas

como ter um negócio escalável

Tornar um negócio escalável pode não ser uma tarefa fácil, mas também não é impossível. Desse modo, você precisa definir um ponto de partida e considerar algumas questões importante que você encontra logo a seguir!

1 – Mire alto e fiscalize seu crescimento

Assim como todos no mundo dos negócios, certamente você vai começar pequeno e trabalhar sua escalada, não é verdade? Mas para começar a visualizar o sucesso você precisa sem dúvida alguma, almejar ascender sua empresa, mas de maneira saudável.

Um erro comumente cometido pela maioria dos negócios em ascensão, é assumir que determinado nível de crescimento é sempre positivo. Afinal, se está em crescimento é porque tudo deve estar correndo bem, mas fique atento a esse aspecto.

Claro que desenvolvimento e evolução rápida são sempre bem-vindos, desde que acompanhados e fiscalizados. Isso porque, se não houver um planejamento e principalmente, suporte para tal, a empresa corre o risco de cair tão rápido quanto cresceu.

Assumir que o crescimento não necessita ser acompanhado pode ser um grande erro, portanto, busque sempre apontar o que é necessário para tornar aquele crescimento em uma escalada positiva e satisfatória.

2 – Determine as variáveis da escalabilidade do negócio

Antes de trabalhar a escalabilidade do seu negócio, é importante determinar se esse modelo de negócio pode ser escalável. De nada adianta planejar e estabelecer as metas necessárias para o crescimento, se não houver margem para desenvolver um negócio escalável.

Muitas empresas apenas implementam as ações necessárias sem antes realizar um diagnóstico completo e assertivo. Desse modo, é vital para o sucesso da sua empresa e da escalabilidade adequada, observar todos os pontos.

Existem alguns parâmetros que você pode levar em consideração, a fim de determinar se sua empresa é escalável ou não. Sendo assim, vamos apresentar 3 desses fatores fundamentais que sua empresa precisa se atentar, são eles:

  • Determine se os processos específicos de produção podem também, ser ensinados;
  • Definir o quanto seu produto ou serviço é valioso e a carência do mercado quanto a ele;
  • Estipular o nível de repetição dos processos, o que abre espaço para ampliação e configura receita recorrente.

3 – Acompanhe cada processo e os padronize

Você consegue definir exatamente como estão os processos dos diferentes setores da sua empresa? Esse é um dos pontos de partida que todos empreendedores devem se atentar, pois é um fator determinante para o bom desempenho da escalabilidade.

Dessa maneira, trabalhe o mapeamento dos processos para que assim possam ser otimizados e simplificados. Em outras palavras, você é capaz de agilizar os processos e atender com mais eficiência as demandas da empresa.

Aplique mudanças positivas no fluxo de trabalho, a fim de criar processos unificados e direcionados para o desenvolvimento adequado. Contar com softwares específicos para a gestão, pode ser o fator de sucesso para essa etapa.

4 – Investimento na capacitação é fundamental

Quer assegurar que sua empresa vai alcançar uma escalabilidade adequada e realmente positiva? Então, invista na capacitação profissional dos colaboradores, a fim de garantir o padrão de qualidade que sua marca já apresenta.

Invista em treinamentos adequados e importantes para apresentar como os processos devem ser trabalhados. Em resumo, você pode até mesmo utilizar a experiência de colaboradores que já conhecem os diversos macetes do negócio.

Assim que garantir que etapa essa esteja em andamento, você já observa os benefícios de um negócio escalável, pois certamente, uma equipe qualificada e bem capacitada, traz resultados e acima de tudo, inovação, que é justamente o que precisa.

5 – Trabalhe os gargalos criados

Se você não estiver familiarizado com esse termo, é certo que ainda vai escutar bastante, principalmente quando estiver trabalhando para alcançar um negócio escalável.

Os gargalos são na verdade, adversidades que surgem ao se definir um planejamento e o colocar em execução. Sendo assim, podemos assumir a seguinte hipótese:

Ao aumentar sua produção, trabalhar as vendas e sair em busca de desenvolver um negócio escalável, como fica seu estoque, por exemplo? Ele vai dar conta desse aumento da produção? Você pensou em sua ampliação quando definiu aumentar sua produtividade?

Simples assim, você acabou de se deparar com um gargalo criado pela nova tomada de decisão. Entretanto, é primordial que você coloque tudo no papel e procure resolver cada um desses gargalos, somente assim você está no caminho de um negócio escalável.

Quer estar entre as empresas que apresentam a escalabilidade ideal? Então, comece por absorver essas dicas e seguir esse passo a passo ideal e direcionado para seu crescimento, afinal, tudo vem do trabalho árduo e conciso.



Cadastre-se na Newsletter: