Blog

Gestão baseada em dados: por que a sua empresa precisa disso?

post_sispro5555

Com a expansão das técnicas de Big Data e Analytics, lançou-se um novo desafio para gestores em todo o mundo: usar os dados para abalizar suas decisões corporativas.

Essa gestão baseada em dados exige não só ações de reestruturação de processos, mas também demanda uma modificação na cultura organizacional da companhia.

 

O que é a gestão baseada em dados?

Em vez decidir o caminho a seguir baseando-se no feeling, em termos totalmente subjetivos, os gestores podem munir-se de informações confiáveis e relevantes que tornarão suas decisões mais precisas e eficientes.

Isso será possível por meio da implementação de um sistema integrado que permita a coleta, o monitoramento e a análise constante dos dados corporativos.

Dessa forma, os gestores conseguirão respaldar suas decisões com dados da realidade da empresa, visando a melhoria dos processos e do negócio como um todo.

Por que a sua empresa precisa disso?

A gestão baseada em dados traz ao negócio benefícios que se refletem dentro e fora do ambiente corporativo. Entre eles:

1. Decisões mais acertadas

Ao extrair dados provenientes dos processos da empresa e do mercado, os gestores conseguem aumentar as chances de sucesso das suas decisões.

Essas informações poderão servir de base não apenas para compreender a realidade atual da empresa, mas também para realizar uma análise preditiva, permitindo aos líderes antever cenários e se preparar para eles.

2. Entendimento mais claro sobre o desempenho da companhia

Não é fácil obter informações gerenciais atualizadas sobre o negócio e definir indicadores de desempenho exatos para avaliar o andamento dos processos. No entanto, ao implementar sistemas informatizados que monitoram e analisam dados, essas ações são automatizadas.

Quando a empresa entende mais claramente qual o nível de desempenho dos seus processos, é possível identificar os setores mais críticos e definir estratégias para otimizá-los.

3. Prevenção de falhas

As falhas podem ocorrer em qualquer setor ou processo da empresa e nem sempre são tão facilmente perceptíveis. Em vez de adivinhar onde elas acontecem, um monitoramento constante dos processos pode revelar erros antes que tragam maiores prejuízos ao negócio.

Por exemplo, para detectar e resolver problemas, a empresa poderá avaliar quais tarefas, períodos do dia, estações de trabalho, máquinas e softwares mais apresentam falhas.

A partir desses dados, a companhia poderá propor estratégias mais efetivas para solucionar os erros, por meio de treinamentos adicionais das equipes, admissão de novos profissionais, substituição de peças de hardware ou atualizações de softwares.

4. Redução do tempo e dos custos operacionais

Na maior parte das vezes, as decisões corporativas visam aumentar a margem de lucro da empresa e sua vantagem competitiva no mercado. Isso é alcançado por meio da redução dos custos e no aumento da agilidade dos processos — e seu consequente aumento na produtividade.

A gestão baseada em dados lança mão de uma série de ferramentas que auxilia no controle dos processos. Desse modo, a empresa consegue identificar quais etapas e setores do negócio mais demandam tempo e custos, gerando informações que vão dar suporte às suas escolhas.

Quais as principais ferramentas de gestão de dados?

Entre as ferramentas de gestão de dados mais importantes, podemos destacar:

  • ferramentas de Business Inteligence (BI): por meio de um processo de captação e análise de dados, esses softwares apresentam indicadores de desempenho para a produção de relatórios e dashboards — informações úteis para a tomada de decisões;
  • sistemas ERP (Enterprise Resource Planning): são softwares que reúnem em uma única plataforma os dados e processos de uma empresa, formado por módulos que gerenciam diversos setores da companhia, como as áreas contábil, fiscal, de vendas, de estoque e de Recursos Humanos.

O ativo mais valioso para uma empresa são os seus dados. Quando os gestores agregam esse elemento às suas decisões, conseguem atingir resultados mais efetivos e, consequentemente, aprimoram os processos da empresa.

Gostou do post? Gostaria de saber como implementar uma gestão baseada em dados? Deixe seu comentário!



Cadastre-se na Newsletter: